Nota de Esclarecimento – Supermercado Novo União

Diante desse lamentável cenário de pandemia, a direção do supermercado Novo União vem a público reafirmar seu compromisso absoluto de apoio as medidas adotadas para prevenção e contenção do novo Corona Vírus (covid 19). Neste sentido, e, zelando pela segurança e saúde de seus clientes e colaboradores, estando em conformidade com as orientações do poder … Leia Mais


Em 24 horas, novos casos de coronavírus fora da China aumentam 14%

Em 24 horas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) foi notificada de 149 novos casos de coronavírus fora da China, segundo informou nesta sexta-feira, 21. O número representa um aumento de 14% em relação ao total de casos que já tinham sido identificados em outros países. A entidade disse estar preocupada com o potencial do vírus continuar se espalhando, especialmente em países … Leia Mais



Qualilab concede Certificado para crianças de coragem!

A hora dos exames de laboratórios pode ser bem pavorosa para a criançada: a agulha é uma temida inimiga do público infantil.  Pensando nisso, a Qualilab adotou o Certificado da Coragem! Aqui, quem enfrenta a agulha na coleta de sangue ganha um atestado de bravura.  A iniciativa é uma forma de tornar o momento menos … Leia Mais


Mortes por dengue no Brasil triplicam no primeiro semestre


Larva do mosquito Aedes — Foto: Acácio Pinheiro/Agência Brasília

 

O número de casos fatais de dengue triplicou no Brasil. Segundo dados do Ministério da Saúde, foram registradas 414 mortes nos primeiros seis meses de 2019. No mesmo período do ano anterior, foram 129.

O boletim da Secretaria de Vigilância em Saúde, que considera os casos entre 30 de dezembro e 22 de junho, aponta que o país teve, apenas neste ano, 1.234.527 de casos prováveis, ou seja, mais de um milhão de casos de dengue ainda não confirmados em laboratório. Neste mesmo período do ano passado eram pouco mais de 180 mil casos, o número é sete vezes maior.

Até agora, o estado mais afetado pela doença foi o de Minas Gerais, com quase dois mil casos a cada 100 mil habitantes. As regiões que registraram maior incidência da doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti são a Sudeste e Centro-Oeste. As estimativas do ministério, entretanto, indicam que os números tendem a cair ao longo do segundo semestre.

*G1


Pílula para evitar HIV tem aumento de 38% na procura no Brasil.


O total de pessoas cadastradas para receber a prevenção por meio da Profilaxia Pré-Exposição (PrEP), medicamento que previne a infecção do vírus HIV, aumentou 38% em cinco meses. O tratamento está disponível desde janeiro de 2018 no Sistema Único de Saúde (SUS).

Desde então, 11.034 pessoas foram cadastradas, sendo 4.152 apenas entre janeiro e maio deste ano, de acordo com o Ministério da Saúde. “pílula anti-HIV” é uma combinação de medicamentos: tenofovir (300mg) + truvada (200mg). Ao tomar a dose diária, a pessoa se previne contra o vírus. Os grupos com maior risco passaram a ter acesso à PrEP na rede pública de saúde no Brasil: gays, homens que fazem sexo com outros homens (HSH), profissionais do sexo, homens trans, mulheres trans e travestis.

Em 2017, o Ministério da Saúde liberou a pílula para 7 mil pessoas, inicialmente. Foram priorizadas 12 cidades: Porto Alegre, Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Fortaleza, Recife, Manaus, Brasília, Florianópolis, Salvador e Ribeirão Preto. A escolha dos locais acompanhava a maior incidência da doença. Depois, a PrEP foi ampliada para outras partes do Brasil. De acordo com o G1, a Profilaxia Pré-Exposição já era utilizada em outros países, como os Estados Unidos.

Desde 2014, a Organização Mundial da Saúde (OMS) passou a recomendar a prevenção para esses mesmos grupos. Estudos apontam uma taxa de eficiência maior do que 90%. Mais de 100 mil pessoas já tinham usado a pílula até o final de 2016.

*Blog do Léo Santos


Ministério recomenda ampliar vacinação contra a gripe para toda a população a partir de segunda


Vacinação contra gripe termina no dia 31 de maio para público prioritário

Vacinação contra gripe termina no dia 31 de maio para público prioritário

As doses remanescentes da vacina contra a gripe deverão ficar disponíveis para toda a população a partir da próxima segunda-feira (3), recomenda o Ministério da Saúde. A decisão, publicada nesta sexta-feira (31), ocorre com o fim da campanha nacional de vacinação, que imunizou 80% do público-alvo, segundo o último balanço da pasta.

Algumas cidades e estados, no entanto, podem manter a imunização restrita ao público-alvo da campanha pelos próximos dias. No estado do Rio de Janeiro, a vacinação exclusiva para o grupo prioritário deve ir até 15 de junho. Em Recife, também está mantida a campanha apenas para o público-alvo por tempo indeterminado.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza 2019 tinha como meta vacinar 90% do público-alvo. Até agora, 47,5 milhões de pessoas já haviam sido imunizadas, o que corresponde a cerca de 80% do público prioritário.

Agora, a campanha passa a ser aberta a todos os públicos, com uma estrutura formada por cerca de 41,8 mil postos de vacinação e com a participação de aproximadamente 196,5 mil pessoas.A vacina não é capaz de causar a gripe em quem recebe. Ela permite que o paciente fique imune aos tipos de vírus mais comuns em circulação sem ficar doente.

*G1

(mais…)