Saúde Pública Brasileira: Mais Médicos abrirá inscrições para profissionais formados no exterior

Os profissionais brasileiros e estrangeiros formados no exterior (sem registro no Brasil) terão oportunidade para escolher vagas abertas pela saída dos cubanos na cooperação Brasil/Opas/Cuba no Programa Mais Médicos. Os candidatos terão entre os dias 11 e 14 de dezembro para enviar documentação ao Ministério da Saúde e, assim, estarem aptos para validação da inscrição … Leia Mais


Cuba decide sair do Programa Mais Médicos após declarações de Bolsonaro

O governo de Cuba informou nesta quarta-feira (14) que decidiu sair do Programa Mais Médicos no Brasil. A medida está relacionada a declarações “ameaçadoras e depreciativas” do presidente eleito Jair Bolsonaro. “Diante desta lamentável realidade, o Ministério da Saúde Pública de Cuba tomou a decisão de não continuar participando do Programa Mais Médicos e assim … Leia Mais


Casos de sífilis continuam crescendo no município de Conquista

A sífilis continua sendo uma preocupação no município de Vitória da Conquista. Isso porque os casos da doença continuam crescendo ano após ano, até o mês de outubro de 2018 já foram confirmados 359 novos casos de sífilis em Conquista. Outro dado relacionado a doença que chama a atenção é que a maioria dos casos … Leia Mais


Anvisa aprova novos tratamentos contra o câncer

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou semana passada três novos tratamentos para o câncer. Para pacientes com câncer de próstata, foi aprovado o registro do medicamento Erleada (apalutamida), que será comercializado na forma farmacêutica de comprimido revestido, na concentração de 60 miligramas (mg). De acordo com a agência, o remédio, com dose de 240 … Leia Mais



Universitária dá a luz em hospital e abandona criança em conquista; jovem é estudante de odontologia


Um caso chamou bastante no Hospital Municipal Esaú Matos. Uma estudante de odontologia teria dado entrada no hospital grávida de mais de 40 semanas, isso porque ela estaria protelando a ida ao hospital. O plano da mulher era ter a criança e dar para adoção.

O bebê, que já estava no limite, antes de entrar em sofrimento fetal, devido a quantidade de semanas, é um menino que nasceu bem e está internado no hospital recebendo cuidados médicos.

A mulher que deu à luz, teria saído do hospital pouco tempo depois de parir. Mesmo com as assistentes sociais da unidade conversando com ela sobre a possibilidade de não doar o bebê para adoção, a mãe da criança não mudou de ideia. Ela teria assinado os papéis autorizando que o neném, que ainda não tem nome, fosse destinado para adoção.

A criança deverá permanecer internado na UTI, onde está recebendo todos os cuidados necessários, por alguns dias e em seguida ficará a disposição da justiça. *Blog do Rodrigo Ferraz


Brasil tem mais de 1,9 mil casos de sarampo confirmados


Até o dia 1º de outubro, 1.935 casos de sarampo foram confirmados no Brasil – sendo 1.525 no Amazonas e 330 em Roraima. O Amazonas contabiliza ainda 7.873 caso em investigação e Roraima, 101. Casos isolados foram registrados em São Paulo (3), no Rio de Janeiro (18), Rio Grande do Sul (33), em Rondônia (3), Pernambuco (4), no Pará (14), Distrito Federal (1) e em Sergipe (4).

Ainda de acordo com a pasta, dez mortes por sarampo foram confirmadas, sendo quatro em Roraima (3 estrangeiros e 1 brasileiro), quatro no Amazonas (todos brasileiros, sendo 2 em Manaus e 2 no município de Autazes) e dois no Pará (indígena e venezuelano).

Campanha

Balanço divulgado hoje (03/10) pelo ministério aponta que 97,7% das crianças com idade entre 1 ano e menores de 5 anos foram vacinadas contra o sarampo, enquanto 97,9% receberam a dose contra a poliomielite. Até o momento, 15 estados atingiram a metade 95% de cobertura para as duas vacinas.

Alerta

O Brasil tem até fevereiro de 2019 para reverter os surtos de sarampo registrados em diversas áreas do país – sob pena de perder o certificado de eliminação da doença, concedido pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) em 2016. O alerta foi feito pela assessora regional de Imunizações da entidade, Lúcia Helena de Oliveira, durante a 20ª Jornada Nacional de Imunizações, no Rio de Janeiro. O critério adotado pela entidade para conferir transmissão sustentada é que o surto se mantenha por um período superior a 12 meses. As autoridades sanitárias brasileiras, portanto, correm contra o tempo, já que os primeiros casos da doença no Norte do país foram identificados no início do ano.

“Sabemos que os casos no Brasil são de importação, lamentavelmente, pelas condições de saúde em que vive a Venezuela. Mas só estamos tendo casos de sarampo no Brasil porque não tínhamos cobertura de vacinação adequada. Se tivéssemos, esses casos viriam até aqui e não produziriam nenhum tipo de surto”, destacou a assessora da Opas. *Agência Brasil


Americano e japonês ganham Nobel de Medicina


O americano James P. Allison e o japonês Tasuku Honjo ganharam este ano o Nobel de Medicina por seus estudos de tratamentos contra o câncer. A informação foi confirmada ontem (01/10) pelo Instituto Karolinska de Estocolmo. Os cientistas receberão o prêmio por tratamentos desenvolvidos contra o câncer, caraterizados pela inibição da regulação negativa do sistema imunológico, segundo a explicação do instituto.

Allison, nascido no Texas em 1948, estudou uma proteína que funciona como um freio no sistema imunológico e se deu conta do potencial de liberar células que atacam tumores, após o que desenvolveu um novo enfoque para tratar os pacientes. Honjo, nascido em Kioto em 1942, descobriu uma proteína nas células imunológicas e revelou que também funciona como um freio, mas com um mecanismo de ação diferente, o que possibilitou o desenvolvimento de tratamentos de grande efetividade contra o câncer.

O Nobel de Medicina abre a rodada de anúncios desses famosos prêmios e será seguido, nos próximos dias, pelos de Física, Química, da Paz e finalmente Economia, que será divulgado na segunda-feira da semana que vem (08/10). Cada um dos prêmios é dotado este ano de 9 milhões de coroas suecas (US$ 1,023 milhões), a ser dividido caso haja mais de um ganhador. Os prêmios são entregues no dia 10 de dezembro, coincidindo com o aniversário da morte de seu criador, Alfred Nobel, em uma cerimônia dupla no Konserthus de Estocolmo e na Câmara Municipal de Oslo, onde é entregue o Nobel da Paz.

A atual edição do Nobel é atípica, já que não será entregue o correspondente ao de Literatura, adiado até o ano que vem por causa do escândalo que cerca a Academia Sueca, instituição que o entrega. A decisão foi tomada depois que, em novembro do ano passado, um jornal publicou a denúncia de 18 mulheres de abusos por parte de uma pessoa depois identificada como Jean-Claude Arnault, artista francês vinculado à academia por  meio de seu clube literário e marido de uma de suas integrantes, Katarina Frostenson. Arnault foi condenado justamente hoje a dois anos de prisão por um tribunal de Estocolmo. *Agência Brasil