PT registra candidatura de Lula à Presidência da República

O PT registrou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República nas eleições de outubro. O vice da chapa é o ex-ministro da Educação Fernando Haddad. Ao registrar a candidatura, o PT declarou que o ex-presidente tem R$ 7,9 milhões em bens. Haddad declarou total de … Leia Mais


TSE recebe os registros de 10 candidatos a presidente; prazo termina nesta quarta

Dez presidenciáveis registraram as candidaturas até a manhã desta quarta-feira (15/08) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). São eles: Alvaro Dias (Podemos) Cabo Daciolo (Patriota) Ciro Gomes (PDT) Geraldo Alckmin (PSDB) Guilherme Boulos (PSOL) Henrique Meirelles (MDB) Jair Bolsonaro (PSL) João Amoêdo (Novo) Marina Silva (Rede) Vera Lúcia (PSTU)



Candidatos ao Senado pela Bahia nas eleições de 2018: veja a lista

Em 2018, os eleitores da Bahia vão poder escolher dois senadores. Veja a lista dos candidatos confirmados em convenções, em ordem alfabética. Ângelo Coronel (PSD) Engenheiro civil, empresário e, atualmente presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), Ângelo Mário Coronel de Azevedo Martins (PSD) é um dos candidatos ao Senado pelo estado, na chapa que … Leia Mais



Veja quem são os candidatos ao governo da Bahia nas eleições de 2018


Veja nomes definidos em convenção de candidatos ao governo do Estado da Bahia nas eleições de 2018, em ordem alfabética:

Célia Sacramento (Rede)

Célia Sacramento nasceu em São Paulo, mas mora em Salvador desde os seis anos de idade. É mestre em controladoria e contabilidade pela Universidade de São Paulo (USP) e doutora em engenharia de produção pela Universidade Federal Santa Catarina (UFSC).

Foi candidata a vice-presidente da República ao lado de Eduardo Jorge (PV), em 2014. Antes, em 2012, foi eleita vice-prefeita de Salvador na chapa com ACM Neto (DEM). Em 2016, após sair do cargo de vice-prefeita da capital, disputou pela primeira vez o posto máximo do Palácio Thomé de Souza, mas não foi eleita.

João Henrique (PRTB)

Filho do ex-governador João Durval Carneiro (PDT), ele foi prefeito de Salvador por dois mandatos, entre 2005 e 2013. É formado em economia pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), com pós-graduação em desenvolvimento econômico e administração de cidades.

(mais…)


Eleição presidencial terá o maior número de candidatos em 29 anos


As convenções partidárias confirmaram 13 candidatos à Presidência da República – o segundo maior número desde 1989, quando foram 22 concorrentes, já que o comunicador Silvio Santos teve a candidatura impugnada. Neste período, somente o PSDB e o PT disputaram todas as eleições presidenciais com candidatos próprios.

Partido com maior número de filiados – 2,4 milhões -, o MDB não tinha candidatura própria há quatro eleições. Depois que o ex-governador de São Paulo e ex-presidente do partido, Orestes Quércia, ficou em quarto lugar na disputa de 1994, o MDB transitou entre chapas do PSDB e do PT – legendas que monopolizaram as eleições desde aquele ano.

Após o lançamento do Plano Real, o tucano Fernando Henrique Cardoso venceu a eleição no primeiro turno em 1994, com 54,3% dos votos. Naquele ano, o cardiologista Eneas Carneiro (morto em 2007), conhecido pelo discurso agressivo e o bordão “meu nome é Eneas”, surpreendeu o país conquistando cerca de 4,6 milhões de votos, mais do que Quércia e do que o pedetista Leonel Brizola (morto em 2004).

Em 1998, Fernando Henrique Cardoso foi reeleito, novamente vencendo no primeiro turno, com 53% dos votos. Naquele ano, 12 candidatos participaram da eleição presidencial. As eleições de 2002 marcaram o começo da hegemonia do PT: foram quatro vitórias seguidas, todas contra o PSDB. (mais…)


Kátia Abreu é confirmada vice na chapa de Ciro Gomes


A senadora Kátia Abreu (PDT-TO) foi confirmada nesta segunda-feira (6) como vice na chapa do PDT encabeçada por Ciro Gomes para disputar a Presidência da República nas eleições de 2018. Ao anunciar a decisão, na sede da legenda em Brasília, o presidente nacional da sigla, Carlos Lupi, ressaltou que a escolha da parlamentar era estudada há 15 dias. Ele destacou a importância da união de Ciro com um nome do setor produtivo.

Ciro Gomes elogiou a trajetória da senadora e destacou sua poição durante oimpeachment da presidente Dilma Rousseff.  À época, Kátia Abreu contrariou seu partido, o PMDB, e defendeu Dilma.

Para o candidato à Presidência da República, a senadora demonstrou respeito e compromisso com a democracia e o povo brasileiro. Ciro lembrou ainda que recebeu apoio da parlamentar na campanha de 2002, quando disputou o cargo de chefe do Executivo.

Antes de ser lançada vice de Ciro Gomes,  Kátia Abreu ensaiava a disputa ao governo de Tocantins, mas acabou cedendo e aceitou a indicação para compor a chapa.  “O Brasil precisa de pulso firme, de alguém que saiba impor autoridade sem ser autoritário. Antes da competência e da firmeza, vem honestidade e honradez, qualidades de Ciro, e isso para mim foi fundamental, me deu muita tranquilidade.” (mais…)