Alemã de 88 anos é condenada por negar Holocausto

A alemã Ursula Haverbeck, de 88 anos, foi condenada nesta segunda-feira (16) a seis meses de prisão por refutar o assassinato em massa de milhões de judeus na Alemanha nazista. A octogenária, que já recebeu uma série de condenações por negar o Holocausto, foi apelidada pela mídia alemã de “vovó nazista”. Desta vez, a acusação … Leia Mais


Barrachocense tem Pick Up Strada tomada de assalto em Barra do Choça

Na noite desta quinta-feira, 12 de outubro, o autônomo Murilo Fernandes “Mura” teve sua pick up Strada, de cor prata, placa policial JRB 9115, de Jequié – BA tomada de assalto. De acordo a vítima, ele chegava em casa quando dois elementos numa motocicleta deu a ordem de assalto. Um deles estava armado com um revólver. Ao … Leia Mais


Cientistas eliminam completamente HIV de animais pela primeira vez

Os cientistas curaram animais vivos de HIV. Usando um método de edição de genes chamado CRISPR, afirma um novo estudo. O vírus permanece evasivo devido à sua capacidade de se esconder em reservatórios latentes.   Mas agora, em uma nova pesquisa publicada nesta semana, cientistas dos EUA mostraram que poderiam remover o DNA do HIV … Leia Mais


Papa critica quem vai à missa mas não ajuda seus irmãos

O papa Francisco criticou a “fé não solidária” e “mentirosa” de quem vai à missa, mas não sabe o que ocorre nas periferias, ao visitar aos moradores de Bañado Norte, um dos bairros mais pobres da capital do Paraguai. Após caminhar pelas ruas desse subúrbio de Assunção, onde vivem 23 mil famílias, Francisco afirmou que … Leia Mais




Maior ataque a tiros da história dos EUA mata 58 e deixa mais de 500 feridos em Las Vegas


Homem atirou do 32º andar do resort Mandalay Bay contra multidão que participava de festival de música country. Estado Islâmico reivindicou o ataque a tiros, que já é o mais letal da história dos EUA.

Xerife de Las Vegas diz que número de feridos passa de 500

Xerife de Las Vegas diz que número de feridos passa de 500

O massacre foi reivindicado pelo Estado Islâmico. O atirador, identificado como Stephen Paddock, de 64 anos, teria jurado lealdade ao grupo há alguns meses, segundo a Reuters, citando a agência Amaq, que é ligada aos extremistas.

No entanto, o FBI, a polícia federal americana, afirma que não foi encontrada nenhuma evidência de conexão de Paddock com grupos terroristas internacionais. Mais cedo, o xerife da polícia de Las Vegas, Joseph Lombardo, disse acreditar que não se trata de um atentado terrorista e afirmou que o atirador era um morador local, um “lobo solitário”.Foto de Stephen Paddock, suspeito de ter atirado contra multidão em Las Vegas, divulgada pelas redes CNN e a ABC (Foto: Reprodução JH/ G1)

A primeira informação oficial era de que o suspeito havia sido morto por policiais. Mais tarde, no entanto, Lombardo afirmou que o atirador se matou antes da chegada das forças de segurança. Com ele, foram encontrados 10 rifles.

Paddock teria começado a atirar por volta das 22h (horário local; 1h desta segunda, no horário de Brasília), na direção do Route 91 Harvest Festival, um festival de música country ao ar livre. Mais de 22 mil pessoas estavam no local. O número de vítimas ainda pode aumentar.
Médicos tratam feridos enquanto polícia de Las Vegas busca por suspeitos após centenas de tiros serem disparados em frente a resort e casino de Las Vegas (Foto: Chase Stevens/Las Vegas Review-Journal via AP)

A polícia chegou a dizer que uma mulher chamada Marilou Danley, de origem asiática, tinha viajado com o suspeito. Pouco depois, investigadores informaram que ela “não é mais procurada”. “Investigadores fizeram contato com ela e não acreditam que ela esteja envolvida com o tiroteio”, disse a polícia em nota. Agentes procuram um Tucson, com placa de Nevada, que teria sido usado pelo atirador.

Pessoas correm para deixar o local do festival de música country onde um atirador disparou sobre uma multidão em Las Vegas, nos EUA (Foto: David Becker/Getty Images/AFP)Pessoas correm para deixar o local do festival de música country onde um atirador disparou sobre uma multidão em Las Vegas, nos EUA (Foto: David Becker/Getty Images/AFP)

O site Gun Violence registra uma estatística de 272 grandes tiroteios nos Estados Unidos no decorrer deste ano, sem considerar ainda o de Las Vegas. Relembre os maiores ataques no país.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, considerou o ataque “um ato de pura maldade”. Ele também prestou condolências às vítimas e às famílias “no terrível tiroteio em Las Vegas”. “Deus abençoe vocês”, afirmou no Twitter. *G1

(mais…)


Jovem morre esmagado durante levantamento de peso em academia


Pescoço do jovem foi pressionado pela barra com 98 quilos por pelo menos 30 minutos até ser encontrado por outro frequentador da academia

(Foto: Reprodução/Facebook)

O estudante Ben Shaw, de 15 anos, morreu após ser esmagado enquanto praticava levantamento de peso em uma academia de Brisbane, no estado de Queensland (Austrália), na última quarta-feira (27).

Segundo o jornal local Courier Mail, o pescoço do jovem foi pressionado pela barra com 98 quilos por pelo menos 30 minutos até ser encontrado por outro frequentador da academia. “Quando ele chegou lá, o local estava em silêncio e não havia mais ninguém”, conta a esposa do homem, que não quis se identificar em entrevista ao jornal. “Ele estava prestes a começar seu treino quando olhou para cima e viu o menino deitado no banco com a barra sobre seu pescoço. Em seguida, ele tirou a barrade cima dele e gritou por socorro”.

Socorrido por funcionários da academia e levado a um hospital, Ben morreu na última sexta-feira (29). A família decidiu doar seus órgãos.

Nas redes sociais, o caso comoveu internautas após o time de rugby do qual o garoto fazia parte publicou uma foto para homenagea-lo e prestar condolências à família.

Autoridades informaram que iniciaram investigação para apurar por que não havia nenhum funcionário da academia supervisionando o treino do rapaz. A academia ficará fechada até que o caso seja apurado. *Varela Notícias