Decisão do STF pode permitir que crianças sejam educadas em casa

O Supremo Tribunal Federal  (STF) julgará, no dia 30 de agosto, a possibilidade de pais tirarem os filhos da escola para ensiná-los em casa, prática conhecida como educação domiciliar. Os ministros irão decidir se essa forma de ensino, que é comum nos Estados Unidos passa pelo crivo da Constituição. No artigo 205, a Carta trata … Leia Mais


Para especialistas, pais devem acompanhar uso da internet por crianças

Os pais precisam se aproximar dos filhos para evitar o uso problemático de computadores, jogos eletrônicos e celulares, defendem as especialistas que participaram no dia (07/08) do Workshop Impactos da Exposição de Crianças e Adolescentes na Internet. O evento foi promovido pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) e pelo Núcleo de Informação e Coordenação … Leia Mais


Justiça mantém legalidade da greve dos professores, mas proíbe manifestações na Prefeitura

Em decisão interlocutória a Juíza Simone Soares de Oliveira Chaves não considerou ilegal a greve dos professores municipais e determinou que SINDICATO DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL PÚBLICO DE VITÓRIA DA CONQUISTA – SIMMP- “se abstenha de toda e qualquer conduta de obstrução aos equipamentos e serviços públicos municipais, mormente deixando de realizar manifestações dentro dos prédios públicos“, sob … Leia Mais


ProUni divulga resultado da lista de espera

O resultado da lista de espera do Programa Universidades para Todos (ProUni) do segundo semestre deste ano já está disponível. A relação dos selecionados foi divulgada hoje (02/08) pelo Ministério da Educação (MEC), e os candidatos devem procurar a instituição de ensino onde buscam vaga para conferir se seu nome está na lista. De amanhã … Leia Mais


Escola é batizada com o nome de Marielle Franco

A Prefeitura do Rio de Janeiro entregou nesta quarta (1) a Escola Municipal Vereadora Marielle Franco, no Complexo da Maré, zona norte da cidade. Com capacidade para a 720 alunos do primeiro ao sexto anos, a escola homenageia a vereadora na comunidade onde ela nasceu, foi criada e criou vários projetos sociais. Marielle Franco foi … Leia Mais


Nas provas do Enem, baianos têm melhor desempenho em Ciências Humanas


“Números são complicados pra mim porque sou de Humanas”. Essa e outras frases similares foram ouvidas pelo CORREIO diversas vezes ontem, enquanto entrevistava estudantes na porta de duas escolas. O que os alunos não sabiam é que, longe de ser uma piada, dados comprovam que os candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na Bahia tiveram melhor desempenho na prova de Ciências Humanas e Suas Tecnologias em 2017.

O CORREIO solicitou ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informações sobre o resultado dos estudantes baianos no exame do ano passado e descobriu que o melhor desempenho no estado foi em Humanas.

De acordo com o levantamento, 332 mil candidatos fizeram a prova de Ciências Humanas na Bahia, em 2017. O valor médio das notas dos estudantes ficou em 506, à frente de Linguagem, Códigos e suas Tecnologias (502), Ciências da Natureza e suas Tecnologias (496) e Matemática e suas Tecnologias (479).

Os percentuais são menores que os nacionais. Em todo o país, o valor médio de Ciências Humanas foi de 521,0 – também maior do que Linguagem e Códigos (514,9), Ciências da Natureza (506,3) e Matemática e suas Tecnologias (502,7).

A maior nota na Bahia na área de Humanas foi  845, e a menor, 320. Em todo o país, o melhor resultado foi de 868, e o pior, 310. Para evitar distorções, foi usado o conceito de ‘Mediana’, ou seja, foram desconsiderados os percentuais mínimos e máximos do exame, onde ficaram poucos estudantes, e calculado o valor médio em cima do universo em que ficou a maioria dos candidatos. (mais…)


Professores e servidores podem se inscrever para aplicar as provas do Enem


Professores da rede pública e servidores públicos federais que queiram trabalhar na aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio de 2018 podem se inscrever a partir de hoje (31/07), pela internet. No caso dos professores, podem participar os das redes estaduais e municipais de ensino.

As inscrições vão até o dia 20 de agosto. As provas do Enem 2018 serão aplicadas nos dias 4 e 11 de novembro.

Os inscritos que forem aprovados vão receber capacitação por meio de um curso à distância. Quem já participou da aplicação de provas anteriores do Enem também deverá fazer a capacitação. Para atuar no dia da prova é preciso ter, no mínimo, 70% de aproveitamento nas atividades do curso.

Critérios para inscrição

Alguns dos critérios para se inscrever são: ter o ensino médio; ser servidor público federal ou docente da rede estadual ou municipal de ensino efetivo e registrado no censo escolar; não estar inscrito ou ter cônjuge, companheiro ou parentes inscritos para as provas do Enem 2018; não ter vínculo com as atividades do processo de elaboração, impressão, distribuição, aplicação e correção da redação exame. Ainda é indispensável ter smartphone ou tablet com acesso à internet móvel.

O trabalho é remunerado e o valor pago é de R$ 318 por dia de atuação na Rede Nacional de Certificadores (RNC) do Enem 2018. A carga horária diária é de 12 horas. *Agência Brasil


Adesão à lista de espera do ProUni está aberta até amanhã


Os estudantes que não foram pré-selecionados para as bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni) do segundo semestre de 2018 podem aderir à lista de espera a partir de hoje (30/07). A adesão deve ser feita no site do programa até amanhã (31/07). A lista de espera será usada pelas instituições de ensino para ocupar as bolsas que não foram preenchidas na primeira e segunda chamadas do ProUni.

A relação dos candidatos participantes da lista será divulgada no dia 2 de agosto. Os estudantes deverão comparecer à instituição de ensino entre os dias 3 e 6 de agosto para apresentar a documentação que comprove as informações prestadas no momento da inscrição.

Pode participar da lista de espera, exclusivamente para o curso correspondente à primeira opção, o candidato não pré-selecionado nas chamadas regulares; o pré-selecionado na segunda opção de curso, reprovado por não formação de turma.

Para o curso correspondente à segunda opção, pode participar o candidato não pré-selecionado nas chamadas regulares, na hipótese de não ter ocorrido formação de turma na primeira opção de curso; não pré-selecionado nas chamadas regulares, na hipótese de não haver bolsas disponíveis na primeira opção de curso; e o pré-selecionado na primeira opção de curso, reprovado por não formação de turma.

O ProUni oferece bolsas de estudo em instituições privadas de ensino superior. Ao todo, nesse processo seletivo, serão ofertadas 174.289 vagas, sendo 68.884 bolsas integrais e 105.405 parciais, em 1.460 instituições. *Agência Brasil