Por 370 votos a 124, Câmara aprova texto-base da Previdência em 2º turno

Destaques serão analisados em nova sessão nesta quarta-feira (06) O plenário da Câmara dos Deputados aprovou a PEC da reforma da Previdência em segundo turno – 07/08/2019 (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil) Por 370 votos a favor, 124 contra e 1 abstenção, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou, em segundo turno, o texto-base da proposta de emenda à … Leia Mais


A aprovação na Câmara já custou caro ao governo.

A aprovação na Câmara já custou caro ao governo. Responsáveis por apreciar a indicação do filho de Bolsonaro à embaixada em Washington, os senadores também não deverão cobrar barato Deputados reunidos no plenário da Câmara durante a discussão, em segundo turno, da reforma da Previdência — Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados  Com a aprovação da … Leia Mais



20 cidades do país concentram metade dos homicídios


Metade dos 65.602 homicídios ocorridos no país em 2017 concentraram-se em 2,1% dos municípios brasileiros, segundo o Atlas da Violência 2019 – Retratos dos Municípios. 

 

SÃO PAULO

O Brasil é recordista mundial em violência letal. Ainda que os dados de homicídio sejam desafiantes, parecem menos intransponíveis à luz das informações apresentadas nesta segunda-feira (5) pelo Atlas da Violência 2019 – Retratos dos Municípios.Apenas 2,1% dos municípios brasileiros concentraram 50% dos 65.602 homicídios ocorridos no país em 2017, segundo o estudo realizado pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Isso quer dizer que 32.801 mortes ocorridas naquele ano se aglomeraram em 120 cidades do país. O Brasil tem, ao todo, 5.570 municípios.

“O Brasil concentra 14% dos homicídios do planeta, e acabar com a nossa violência pode parecer algo inviável”, avalia o economista Daniel Cerqueira, coordenador do Atlas.“Mas, quando os focos da violência letal são identificados, fica claro que o desafio depende de uma política pública focalizada, instruída pela inteligência.”

Cerqueira cita um estudo prévio em que análise dos municípios mais violentos do país demonstrou que metade dos homicídios ocorridos ali estavam concentrados em menos de 10% dos bairros das cidades. “Com isso, a gente não deveria falar em municípios mais violentos, mas em locais com meia dúzia de bairros violentos”, explica ele.

Um exemplo é Luziânia, cidade goiana listada entre as com mais mortes. Segundo Arthur Trindade Maranhão, professor da UnB (Universidade de Brasília), “quatro bairros concentram metade dos homicídios de Luziânia. Só Jardim Ingá tem 35% dos casos”.Para Cerqueira, isso quer dizer que, “no lugar de querermos mudar o Brasil de uma hora para a outra, é possível mudar uma rua ou um bairro, e isso terá impacto direto nas taxas de homicídio, utilizando recursos escassos de forma mais efetiva”. * Folha de São Paulo


Bebê tem cabeça perfurada por prego na Zona Oeste do RJ


Criança de 10 meses é atingida por objeto na cabeça, em Paciência

Criança de 10 meses é atingida por objeto na cabeça, em Paciênci

Um bebê de 10 meses está internado em estado grave no Hospital Pedro II, Zona Oeste do Rio, com um prego na cabeça. O menino, identificado como Wallace Martim dos Santos, teve a cabeça perfurada pelo objeto na noite desta terça-feira (30).

Uma radiografia mostra que o objeto está alojado no crânio do bebê. A família contou para a polícia que o menino estava no colo da mãe, dentro do carro, quando eles ouviram um forte estampido e viram que o neném tinha sido atingido pelo prego. O objeto, segundo os pais do bebê, parecia um dardo onde é colocado gesso em obras.
Ainda de acordo com o relato da família, havia uma obra perto da rua onde a criança foi atingida, no bairro de Paciência. No local, estava sendo feita a aplicação de gesso, mas a polícia não encontrou nenhum responsável pela obra.

“Ela [a mãe do bebê] escutou o vidro do carro estalando. Quando olhou para a cabecinha dele estava sangrando. Ela falou que ele está bem, estável e que está sedado pelo fato de ter 10 meses, se não ele pode ficar muito agitado”, disse Juliana Gutman, tia do bebê.

A criança foi levada, primeiramente, para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro de Paciência, mas depois foi transferida para o hospital. G1

Reforma em sala de Michelle Bolsonaro na Esplanada custa R$ 330 mil


Reforma em sala de Michelle Bolsonaro na Esplanada custa R$ 330 mil

Foto: Isac Nóbrega/PR

Inaugurada há cerca de um mês, a sala do Programa Nacional de Incentivo ao Voluntariado, na Esplanada dos Ministérios, consumiu R$ 328,8 mil dos cofres públicos. O local abriga o conselho do programa, presidido pela primeira-dama Michelle Bolsonaro. A informação é da colunista Bela Megale, do jornal O Globo. 

Segundo a publicação, o valor foi utilizado apenas para “readequar” o ambiente, visto que a mobília utilizada integra o patrimônio da União.

De acordo com funcionários do ministério, a primeira-dama não aparece diariamente no espaço. Contudo, vale ressaltar que, por conta do posto que ocupa, ela não pode receber salário.

As intervenções no local acontecem em meio a contingenciamentos feitos pelo governo no orçamento federal. Bahia Noticias