COVID-19: Grupo de WhatsApp de Barra do Choça cria projeto para ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade


Pensando em ajudar famílias carentes e também em situações de vulnerabilidade em virtude da paralisação dos trabalhos por conta do COVID-19 um grupo de WhatsApp “Parceiros” aqui de Barra do Choça, iniciou uma campanha solidária de arrecadação de alimento de cesta básica para doação.

O Dia D, ocorre neste sábado (04), uma grande mobilização está tomando conta da cidade, todos querem ajudar. Seja você um colaborador.

De acordo com um dos organizadores, Célio Caitité, as doações podem ser deixadas na PLOTTER Digital (Lan House), na rua Juracy Magalhães, em frente a Casa das Tintas.

Os interessados podem doar, arroz, feijão, óleo de soja, sal, açúcar, café, macarrão, farinha, leite, 2 sabonetes e papel higiênico, dentre outros.

O Blog do Jorge Amorim acredita neste Projeto.

Eduardo Salles propõe emenda em projeto para prorrogação de ICMS das empresas baianas


Como presidente da Frente Parlamentar do Setor Produtivo: Agropecuária, Indústria, Comércio e Serviços, o deputado estadual Eduardo Salles, apresentou, em sessão remota nesta quarta-feira (1º), emenda ao Projeto de Lei da deputada estadual Ivana Bastos para garantir a prorrogação dos prazos para recolhimento do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviço) dos MEIs (Microempreendedor Individual) das micros, pequenas, médias e grandes empresas durante o período de quarentena importo para conter o avanço do novo coronavírus.

A emenda proposta por Eduardo Salles foi sobre o Projeto de Lei 23.795/2020, da deputa Ivana Bastos, que trata da prorrogação de ICMS de serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação.

O parlamentar afirma serem necessárias ações imediatas para proteger milhares de empregos gerados pelo setor produtivo. “Os empreendedores foram afetados pelas medidas de isolamento e os seus consequentes impactos econômicos, sofrendo perda significativa de faturamento. Precisamos dar prazo para recuperação gradual da capacidade de pagamento das empresas após a retomada da normalidade na atividade produtiva”, enfatizou o deputado. ASCOM/ Eduardo Salles