Lula se encontra com o papa Francisco no Vaticano


Para conseguir viajar, o ex-presidente precisou adiar um depoimento na Justiça Federal de Brasília

Lula postou duas fotos da reunião em seu perfil no Twitter. Em uma delas, ele recebe uma bênção do pontífice. “Encontro com o papa Francisco para conversar sobre um mundo mais justo e fraterno”, escreveu o ex-presidente.Ver imagem no Twitter

A reunião ocorre um dia depois de o papa publicar o texto final do Sínodo da Amazônia que fala da “responsabilidade de governos nacionais” e da “louvável” atuação de ONGs internacionais na “preservação do meio ambiente e recursos naturais” da floresta. Com o título de “Querida Amazônia”, o documento diz que o bioma enfrenta um “desastre ecológico” e faz um apelo para que se ouça tanto o “clamor da terra como dos pobres”. “Os interesses colonizadores que, legal e ilegalmente, fizeram – e fazem – aumentar o corte de madeira e a indústria minerária e que foram expulsando e encurralando os povos indígenas, ribeirinhos e afrodescendentes, provocam um clamor que brada ao céu”, escreveu o religioso.

No texto, o papa também descartou a possibilidade de ordenar homens casados como padres na Amazônia. A proposta havia sido aprovada por 128 votos contra 41 no sínodo sobre a floresta como resposta à escassez de sacerdotes na região, mas precisava do aval do pontífice. Veja