Hospital Municipal Esaú Matos: bebê com 36 semanas nasce sem sinais vitais; mãe segue internada


Em nota ao BLOG DO ANDERSON nesta segunda-feira (28), “a Fundação Pública de Saúde de Vitória da Conquista informa que o Hospital Municipal Esaú Matos recebeu na manhã deste sábado (26), paciente encaminhada pelo Hospital Unimec com quadro de trabalho de parto prematuro em dilatação completa, com 36 semanas de gestação. No momento em que deu entrada nesta unidade, a paciente encontrava-se sem dor e foi necessário o uso de medicação para indução de contração, porém, sem resolução.

Ao realizar monitorização da vitalidade fetal, não foi escutado o coração do bebê e identificada a presença de mecônio fluido (sofrimento fetal). Diante do quadro, mostrou-se necessário o uso do fórceps (conduta amparada na literatura e nos manuais da medicina obstétrica). Durante todo o procedimento de parto, todas as condutas foram devidamente comunicadas e esclarecidas à paciente e à acompanhante. Infelizmente, o bebê nasceu sem sinais vitais, sendo recebido pelo médico neonatologista, que tentou manobra de ressuscitação por 31 minutos, sem sucesso. A paciente encontra-se internada, recebendo todo o cuidado e amparo necessários. A Fundação manifesta imenso pesar com o desfecho e se coloca à disposição para maiores esclarecimentos”.

*Blog do Anderson