BOCA NO TROMBONE: Mãe de criança de 2 anos está a sete meses a espera de consulta com Reumatologista; indignada pede ajuda!


Uma internauta entrou em contato com o Blog do Jorge Amorim nesta segunda-feira (28) para queixar da Saúde de Barra do Choça.

A internauta de prenome Betania, de 23 anos, é moradora da Rua Juracy Magalhães. Cansada de correr atrás de um exame e não conseguir, procurou ajuda no Blog do Jorge Amorim e nas redes sociais.

Veja na íntegra sua solicitação:

Olá Jorge Amorim, tudo bem

Tenho uma filha que está com 2 anos e 8 meses de idade, e há um ano atrás apareceu um inchaço no tornozelo dela e dificuldades de andar. Levei ao médico aqui na Barra, e ele informou que não seria nada.Voltei pra casa, com o tempo o inchaço subiu para o joelho direito, causando febre no local.

Assustada, procurei o médico no hospital local, mas continuo não sendo nada. Então me encaminharam para um ortopedista com urgência. Ao procurar, a moça da central informou que não marcaria. A esta altura minha filha já estava Há dois dias sem poder andar, e a febre não parava.

Até que chegou outra moça que tirou uma pessoa da frente e pediu para colocar a minha filha no lugar – agradeço muito a ela – Diagnosticada, o ortopedista disse que não era nada, fez uma ultrassom e um Raio X, e apareceu só um edema mais não constou nada. 

Com um tempo fui correr atrás de outras maneiras, e conversando com Márcia Melquíades, ela me levou pra passar com doutora Eloisa lá no posto auto da Barra. Após me ouvir por um bom tempo, a doutora pediu internamento com urgência. Com o pedido de transferência pra Vitória da Conquista, questão de minutos fui transferida e lá ficamos exatamente 16 dias internada. Ela foi diagnosticada com artrite, fez vários exames, ali ela foi muito bem cuidada.

Quando teve alta, pediram para passá-la por um reumatologista o mais rápido possível. Passei no posto para  pegar o pedido pra marcar. No dia 18/03/2019 peguei o pedido, então fui à central elas falam que estão lançando só que até agora nada.

Então procurei à secretária de saúde, Leliane, que não me atendeu, simplesmente, por que não quis. 

Já se passaram sete meses, e continuo correndo atrás de uma vaga com o reumatologista para minha filha, já fiz vários exames só que eles fica tirando onda com minha cara, será que vão esperar minha filha piorar para nos atender.

Diante do descaso, resolvi buscar um lugar para expor toda a situação. Talvez alguém fale que eu só sei criticar, mas a filha é minha, e sei o quanto está sofrendo com dores fortes, e se o problema agravar e ela perder os movimentos!

Jorge, sou mãe de duas meninas, estou desempregada, ainda tenho que pagar aluguel. Me viro no que posso, não e fácil. Hoje tenho me virado apenas com o bolsa família do Governo federal. Preciso de ajuda!