Ingressos da 3ª Edição da Vaquejada do Haras A&C já estão a venda.


Os ingressos a 3ª Edição da Melhor Vaquejada do Sudoeste da Bahia já estão a venda.

O 1° Lote R$ 40,00 (À VISTA)
R$ 45,00 (CARTÃO EM ATÉ 2X)

PONTOS DE VENDA EM BARRA DO CHOÇA. Você encontrará:

  • Dinho Sumaré
  • Posto Tabuleiro da Baiana (Vitor)
  • Rádio Barra Web
  • Comissários

EM VITÓRIA DA CONQUISTA:

  • Hall Burguer (Villa Gourmet, Bairro Candeias)

EM LUCAIA:

  • Farmácia Madrevida (Brenno)

EM BARRA DO CHOÇA COMPRE O SEU INGRESSO NA RÁDIO BARRA WEB. Ela está situada na Rua Rui Barbosa, 374 – centro em Barra do Choça

Acompanhe os pronunciamentos dos vereadores na sessão desta terça-feira (15.10); Veja vídeos


Acompanhe o pronunciamento dos vereadores na sessão ordinária desta terça-feira (15), no Plenário Fidelis Pereira da Câmara de Vereadores de Barra do Choça. Como de práxe, a sessão foi transmitida ao vivo pelo Blog do Jorge Amorim e Pela rádio Barra WEB.Foi uma manhã bastante movimentada.

Sob o comando do presidente Manoel Nascimento os trabalhos ocorreram normalmente. Alí, os vereadores apresentaram sua demandas, discutiram e aprovaram dois importantes requerimentos, de autoria de Roberto Ferreira e do vereador João Batista. Veja na íntegra o pronunciamento de cada um vereador.

Presidente Manoel Nascimento (PP

Vereador Anderson
 

 Vereador Fabrício Martins (PP)
Francisco Amorim (PDT)

Vereador João Batista (PSDB) 

 

Vereador Manoel omes
  Roberto Ferreira (PSDB)
 Vereador Ronaldo Lima (PDT)

 

Vereador Sidalva Pereira (PDT)
Vereadora Sidalva Pereira (PDT)

Estoque de empregos na Bahia aumentou 1,70% em 2018


Segundo a Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), divulgada pelo Ministério da Economia, a Bahia contabilizava, em dezembro de 2018, 2.261.558 empregos formais – um ganho de 37.783 postos comparativamente ao registrado em dezembro de 2017, quando o estoque havia sido de 2.223.775. As informações foram analisadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia da Secretaria do Planejamento (Seplan).

“Em termos de variação absoluta, os 37.783 postos representaram a quinta maior geração entre os estados brasileiros. Em um ano, portanto, houve expansão de 1,70% no total de empregos formais. Por sinal, a ampliação relativa foi superior aos constatados para a Região Nordeste, que foi de 1,21%, e para o Brasil, de apenas 0,76%. Esta variação percentual é a sexta maior entre as Unidades Federativas do país”, destaca o secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro.

De 2017 a 2018, na Bahia, o segmento dos Serviços, com avanço de 30.557 no número de postos formais, foi o setor com o maior ganho absoluto; o que correspondeu a uma variação relativa de 4,15%. Outros cinco setores de atividade econômica revelaram incremento no estoque de empregos formais: Administração Pública (+5.123 postos, 0,85%), Serviços Industriais de Utilidade Pública (+3.509 postos, 16,60%), Extrativa Mineral (+2.104 postos, 14,26%), Construção Civil (+1.241 postos, 1,19%) e Indústria de Transformação (+625 postos, 0,29%). Ascom/GOVBA

Dê banho em seu pet no Saúde Animal e ganhe grátis um serviço a sua escolha; saiba mais…


Neste sábado (19) você leva seu pet para o banho na Saúde Animal “Centro Médico Veterinário” em Barra do Choça e ganhe grátis um serviço: * Banho Terapêutico; *Tosa Higiênica ou Hidratação, tudo com a qualidade do Saúde Animal, sob a direção de Dr Jordans Novais.

O Saúde Animal “Centro Médico Veterinário” está situado na Avenida Getúlio Vargas, 738 – Centro em Barra do Choça

Prefeito de Xique-Xique matricula filho em creche municipal


 

Prefeito de Xique-Xique matricula filho em creche municipal

Foto: Reprodução / Instagram

O prefeito de Xique-Xique, Reinaldo Braga Filho (MDB), publicou nesta quarta-feira (16), uma foto em que registra o que seria o primeiro dia do seu filho em uma escola da rede municipal. Na publicação o gestor escreveu: “Primeiro dia de nosso menino na Creche! Ele adorou!”.

Os seguidores parabenizaram Reinaldo Braga, um deles chegou a afirmar que a atitude era o “maior exemplo que um político pode dar”. Outra disse compartilhar do mesmo sentimento quando o seu neto foi à escola. Bahia Notíicas

Comissãode Agricultura se reúne no Ministério Público do Trabalho paratratar questões relacionadas à fiscalização na região cacaueira


 Os deputados Eduardo Salles, Sandro Régis, e Pedro Tavares, integrantes da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa da Bahia, junto à presidente da Comissão, deputada Jusmari Oliveira, participaram de uma audiência no Ministério Público do Trabalho, onde trataram questões relacionadas à fiscalização de auditores do Trabalho na região cacaueira.

Recebidos pelo procurador-chefe do Trabalho, Luis Carneiro e pelo vice-procurador-chefe de Gestão, Marcelo Travassos, os membros da comissão mostraram o teor de uma matéria que foi exibida na Record, na semana passada, que aponta como trabalho escravo, situações registradas pela reportagem em algumas fazendas do sul da Bahia, em municípios como Uruçuca e Una.

Estamos preocupados com o reflexo disso, dessas alegações descabidas, que podem prejudicar toda reputação de uma região que vem se soerguendo ao longo dos anos”, afirma o deputado Eduardo Salles, que lembra ainda a luta antiga em torno da produção de chocolate:

A região tinha apenas duas marcas de chocolate, hoje já são 80. Temos conquistado espaço, incentivado os produtores da região. E uma fiscalização dessa sem embasamento, pode, de repente, colocar em risco um trabalho que tem tentando driblar uma crise de décadas, causando desemprego, aumento da violência, e êxodo rural enorme”, desabafa o deputado.

De acordo com os procuradores, o que foi exposto na reportagem mostrou uma operação que foge dos padrões do MPT. “Quando realizamos uma operação assim, denominada força-tarefa, é uma atuação interinstitucional entre membros do Ministério Público do Trabalho, auditores do Trabalho (Executivo Federal), com apoio da polícia, para adentrar área rural. É um trabalho especializado, com o olhar já treinado e refinado, para a configuração do que seja, de fato, um trabalho escravo”, informou um dos procuradores. ASCOM/Dep. Eduardo Salles