Cantor que se apresentou em Barra do Choça morre após cair de varanda enquanto tocava violão


O cantor e compositor Edilson Dhio, morreu após cair da varanda da casa onde morava, na cidade de Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, enquanto tocava violão. Ele despencou de uma altura de quatro metros.

Edilson Dhio é natural da cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia. Ele morreu na segunda-feira (26), após a queda que foi no domingo (25).

Depois de cair, Edilson chegou a ser socorrido e levado para um hospital da região, onde foi medicado e liberado. Já no domingo, ele passou mal e foi levado novamente para a unidade de saúde.

No hospital, ele foi internado em uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), onde foi descoberto que Edilson teve um derrame e traumatismo. Ele morreu durante a noite Ele foi enterrado na tarde desta terça-feira (27), no Cemitério Jardim da Saudade, em Salvador. G1 BahiaNo ano de 2012, o artista fez parceria com a barrachocense Mariana Macedo, no 4º Festival da Alta Mogiana, em Minas Gerais. Veja vídeo:

Projeto Escolas Protegidas em Barra do Choça concorrerá a prêmio de boas práticas de trabalho no serviço estadual


A 79ª CIPM concorrerá ao Prêmio Boas Práticas do servidor público estadual da Bahia por meio do projeto Escolas Protegidas, desenvolvido no município de Barra do Choça. O projeto está classificado entre os melhores de boas práticas do servidor público estadual da Bahia.

A visita técnica de avaliação foi realizada na manhã desta quarta-feira (28), onde compareceram a Sra. Mariana da Silva Laranjeira, representando o Tribunal de Justiça da Bahia, e a Sra. Graziela Magalhães Oliveira, da Fundação Amparo de Pesquisa do Estado da Bahia, que assistiram a aulas de xadrez e visitaram uma escola junto com a Ronda Escolar. Na ocasião, dialogaram com professores, diretores e alunos, para perceberem a influência do projeto em suas vidas.

Lançado em 2009, o prêmio boas práticas tem como objetivo valorizar ações e procedimentos diferenciados que geram melhorias no ambiente de trabalho e na instituição no qual está inserido. Nessa perspectiva, já em andamento desde o segundo semestre de 2018, Escolas Protegidas já apresenta resultados visíveis, tanto na valorização do trabalho policial, quanto no aumento da qualidade do serviço prestado.

De acordo com o seu idealizador, Ten PM Oséias Varges, “o projeto Escolas protegidas proporciona mais segurança e bem- estar a toda a comunidade escolar pois alinha modernas estratégias do policiamento que priorizam a parceria entre PM e comunidade ” – concluiu. ASCOM/79ªCIPM

Salão é furtado em Barra do Choça; objetos roubados somam quase R$ 1 mil


 

Um salão de beleza foi invadido e roubado no bairro Ouro Verde em Barra do Choça. A denúncia é de uma moradora que procurou o Blog do Jorge Amorim para noticiar o fato.

De acordo com a proprietária que não quis se identificar, não houve arrombamentos, e não sabe como os objetos foram furtados. Ela procurou a Delegacia de Polícia, onde registrou a ocorrência. 

Segundo a proprietária, o ladrão levou duas pranchas – TAIFF e BABY (uma azul e outra preta), dois secadores – TAIFF  (vermelho é outro preto). O prejuízo chega a quase R$ 1 mil.

Câmara de Vitória da Conquista realiza audiência em homenagem aos 17 anos da Cotefave


Imagem Câmara realiza audiência em homenagem aos 17 anos da Cotefave

Aconteceu na noite desta terça, 27, uma audiência pública em homenagem aos 17 anos da Comunidade Terapêutica Fazenda Vida e Esperança (Cotefave). A comunidade é resultado de um sonho nascido após o lançamento da Campanha da Fraternidade do ano de 2001, que teve como objeto o combate às drogas, com o lema “Vidas Sim, Drogas Não”. A Cotefave foi criada em 19 de agosto de 2002, como sociedade civil sem fins lucrativos, buscando a partilha solidária das necessidades, das tarefas e das soluções dos problemas, sem discriminar cor, raça, sexo ou ideologia política. Mantém caráter ecumênico, despertando o sentido religioso para uma vivência da espiritualidade que motiva o encontro com Deus. A iniciativa da realização da audiência pública é dos mandatos dos vereadores Viviane Sampaio (PT) e Valdemir Dias (PT), contou com a presença dos vereadores Fernando Jacaré (PT) e Luciano Gomes (PL).

A vereadora Viviane Sampaio (PT) presidiu a audiência e ressaltou que é uma honra para a Câmara realizar o evento, pois celebra os 17 anos de um projeto que acolhe e cuida de pessoas. Ela destacou que a Cotefave já acolheu 1.478 pessoas.

Agradecimento aos vereadores e aos parceiros da entidade – O fundador e diretor-presidente da instituição, Pe. Edilberto Amorim, afirmou que essa era uma noite de gratidão aos vereadores – em especial a Vivane e Valdemir – e aos parceiros de todos esses anos. O padre afirmou que a Cotefave existe porque existem pessoas acometidas de uma doença e elas precisam de apoio e tratamento para serem reinseridas na sociedade. Pe. Edilberto também ressaltou que a entidade cresceu bastante nos últimos anos e deixou as portas abertas a todos que necessitarem.

A Cotefave resgata vidas – O ex-diretor da Cotefave, Célio Barbosa relembrou que esteve na administração e hoje não está mais por uma questão regimental, mas continua tendo a entidade no coração e sempre está procurando o melhor para ela. Célio afirmou que é uma felicidade muito grande a promoção desta audiência pública e que a Cotefave deve estar sempre em evidência por estar resgatando vidas e mostrando os resultados.

Valorização da vida – Sebastião Coutinho, diretor da Cotefave, agradeceu ao Padre Edilberto pelos ensinamentos e dedicação ao projeto. Para ele, a maior lição aprendida é a valorização da vida, valor que perpassa todo o trabalho da Cotefave. De acordo com o diretor, a comunidade oferece novas possibilidade de se reerguer a partir de uma reeducação. 

É responsabilidade da pessoa não voltar ao vício – O Pe. Joselito Oliveira ressaltou que é um alcóolatra em recuperação e que o vício é uma armadilha em que as pessoas estão dentro dela, mas acham que estão fora. O pároco também afirmou que um ambiente como o da Cotefave é imprescindível para que as pessoas tomem consciência do rumo que suas vidas estão tomando. Por fim, o padre declarou: “Não pude oferecer nada a minha comunidade ao beber. Quando me dei conta de minha doença, quis trilhar um outro caminho. É de responsabilidade minha não voltar a beber”.

Entidade busca sustentabilidade – Para Farley Amorim Novais é uma alegria festejar os 17 anos de Cotefave. Ele destacou que acompanha o padre Edilberto há 10 anos, uma trajetória de aprendizado. “Fica aqui, padre, a minha gratidão ao senhor” pela dedicação ao projeto. Para Farley, a dependência química é uma doença mental que deveria ser levada mais a sério. Ele afirmou que os governos, em todas as esferas, deixam a desejar em ações para a recuperação de dependentes e que essa responsabilidade acaba recaindo sobre as comunidades terapêuticas. Mas o repasse de recursos é pequeno. Por isso, um dos desafios da Cotefave é criar meios de se tornar sustentável.

Em 2019, deram um passo fundamental. A partir de uma parceria com uma empresa capixaba, a entidade plantou 12 mil pés de morangos e espera colher entre 300 e 400 quilos da fruta. A comercialização do morango será uma renda extra. Farley ainda informou que a Cotefave analisa instalar uma queijaria artesanal e deve investir no plantio de pimentas e alface. De acordo ele, são ações que vão ajudar a Cotefave a cumprir a missão de cuidar das pessoas. Ele frisou que os dependentes devem ser tratados com amor e não só com remédios. “Vale a pena investir em pessoas”, concluiu. 

Vitória da Conquista é solidária – O Sr. Ezequiel Sena Gomes ressaltou que o sonho do Pe. Edilberto – fundador da Cotefave – está completando 17 anos e com seu carisma, conseguiu atrair as pessoas para o seu lado. Ezequiel também disse que Vitória da Conquista é uma cidade solidária e que a função da entidade é “visitar o fundo do poço e resgatar o ser humano para devolvê-lo à família e à sociedade”.

Mudança de vida – Iure Oliveira de Jesus, que passou pela entidade, testemunhou sua experiencia. Para ele, o trabalho da Cotefave vai além da abstinência, pois ajuda o acolhido a mudar de vida, com novos hábitos e contexto de vida saudável. Ele destacou o trabalho do padre Edilberto: “é a personificação do altruísmo”. Iure relatou que descobriu a música na entidade, dom que desconhecia porque, até então, não havia tido a oportunidade de ter aulas de música. Ele fez apresentações musicais durante a audiência.

Só quem viveu é quem sabe o sofrimento – O ex-interno Fábio Lucas Prates Barbosa iniciou sua fala dizendo que hoje é um dia de agradecimento e que há pouco mais de 9 anos estava com uma vida desregrada, mas por conta dos esforços de sua família e da instituição, decidiu ser tratado e não se arrepende. Também ressaltou que ficou quase 1 ano lá e que não é fácil para ninguém que passa pelo problema, já que não há cura e se apega em Deus para viver com dignidade.

Cotefave faz o que muitos não têm coragem – O Tenente-Coronel Leite representou o Coronel Ivanildo. Ele destacou que conhece o trabalho da Cotefave e a Polícia Militar já levou alunos do Proerd ao espaço, para que eles tivessem uma visão mais real dos impactos do problema das drogas. Leite frisou que a polícia não é só repressiva, é preventiva e está à disposição do projeto para parcerias. Para o tenente, a Cotefave faz o que muitos pensam, mas não têm coragem de fazer.

Vida longa à Cotefave – O vereador Valdemir Dias (PT) – que juntamente com a vereadora Viviane Sampaio (PT) teve a iniciativa de realizar o evento – afirmou que é uma grande alegria comemorar mais um ano da Cotefave e ressaltou que desde 2017 tem feito essa audiência pública em comemoração ao trabalho da instituição. O edil lembrou do surgimento da entidade e falou que há um trabalho sério sendo feito no local. Parabenizou a todos os colaboradores e finalizou: “Vida longa à Cotefave”. ASCOM/CMVC

Sarampo: estados recebem doses extras da vacina tríplice viral


As secretarias de Saúde de todos os estados começaram a receber esta semana as doses extras da vacina tríplice viral, para garantir a imunização extra contra o sarampo em todas as crianças de seis meses a 11 meses e 29 dias. De acordo com o Ministério da Saúde, 1,6 milhão de doses estão sendo distribuídas.

Desse total, 960.907 mil doses foram enviadas para os 13 estados que estão em situação de surto ativo de sarampo. O estado de São Paulo, que concentra 99% dos casos e registra uma morte pela doença este ano, recebeu o maior número de doses (56%).

“A vítima foi um homem de 42 anos, que não tinha recebido nenhuma dose da vacina ao longo da vida, e tinha histórico de comorbidade, ou seja, com um quadro de várias doenças. Nessa faixa etária, a pessoa deve ter pelo menos uma dose da vacina”, informou o ministério.

O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira, disse que o ministério trabalha para erradicar a doença e recuperar o certificado de eliminação do sarampo no Brasil. “Para isso, a pasta tem atuado de forma integrada com os estados e municípios, para intensificar as ações de cobertura vacinal na rotina, além das vacinações de reforço nas crianças, que é a faixa etária com maior risco para complicação em decorrência da doença, e de bloqueio”, disse.

A vacina tríplice viral está disponível nos mais de 36 mil postos de vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o Brasil. Ela previne também contra rubéola e caxumba.

*Blog do Léo Santos

Em surto, São Paulo registra primeira morte por sarampo nos últimos 20 anos


Em meio a um surto de sarampo, a cidade de São Paulo teve a confirmação da primeiro morte em decorrência da doença nesta quarta-feira (28). A informação foi divulgada pela Secretaria Estadual da Saúde. A pasta ainda destacou que o caso foi o primeiro no estado desde o ano de 1997.

Sobre a vítima, o que se sabe é que era um homem de 42 anos e que não tinha registro de imunização. Ele chegou a ser hospitalizado e morreu em 17 de agosto. O homem não possuía o baço, órgão do sistema linfático responsável por, entre outras funções, produzir e armazenar células de defesa do corpo.

O último balanço nacional do Ministério da Saúde apontou que entre 19 de maio e 10 de agosto, 99% dos casos de sarampo confirmados foram no estado de São Paulo.

O sarampo é uma infecção viral que é transmitida na fase em que a pessoa apresenta febre alta, mal-estar, coriza, irritação ocular, tosse e falta de apetite e dura até quatro dias após o aparecimento das manchas vermelhas. A suscetibilidade ao vírus do sarampo é geral e a única forma de prevenção é a vacinação.

*Bahia Noticias

Conhecimento é tudo! Cursos profissionalizantes em Barra do Choça; matricule-se já!


ATENÇÃO BARRA DO CHOÇA E REGIÃO!

O Instituto Brasil Profissional CONVIDA VOCÊ para fazer os cursos de:

– ATENDENTE DE FARMÁCIA, ATENDENTE DE LABORATÓRIO, AGENTE DE SAÚDE, CUIDADOR DE IDOSOS E PRIMEIROS SOCORROS (8:00 às 10:00 hrs).

– DESIGNER DE SOBRANCELHAS, DEPILAÇÃO PROFISSIONAL E MANICURE/PEDICURE (10:00 ÀS 12:00 hrs).

– ADMINISTRAÇÃO, VENDAS, GERENTE DE LOJA, OPERADOR DE CAIXA E RECEPCIONISTA: ( 13:00 às 15:00h )

  • CURSOS DURANTE 3 MESES SOMENTE DIA DE SÁBADO
  • INSCRIÇÕES APENAS R$ 10,00; A MENSALIDADE PROMOCIONAL DE R$ 50,00

Inscrições encerram nesta sexta-feira (30) na CDL atrás da feira.

HORÁRIO DAS INSCRIÇÕES:Das 08:00 às 12:00 hrs.
Das 14:00 às 17:00 hrs.

NÃO PERCA TEMPO, VAGAS LIMITADAS. Idade mínima de 13 anos.

Rádio Barra WEB estréia seu novo programa, GARAGEM Musical, com Elana Donato, sábado das 11:00 às 13:00 hrs


Ela se define como uma pessoa doce, romântica e fã de tudo que valoriza o amor ao próximo, mas, as vezes, meio ácida e forte. Uma menina de alma leve e riso fácil. Esta é a nova aposta da Rádio Barra WEB, Elana Donato.

Isto mesmo, depois de algum tempo afastada do rádio, a professora de geografia Elana Donato volta a encantar as manhãs dos internautas de Barra do Choça, do Brasil e do Mundo. A comunicadora estreia neste sábado (31), às 11:00 horas,  o Programa Garagem Musica,  “Música Sem Preconceito”.

Ao Blog do Jorge Amorim, Donato falou sobre o Garagem Musical. Segundo ela, o Programa Garagem Musical é um espaço exclusivo na Rádio Barra Web de interação, diversão e música sem preconceito. Disse: ” o ouvinte será nosso convidado especial, um espaço para revelar talentos da música, e com um quadro especial para contar historias de vida.. sejam bem vindos e fique a vontade a garagem é nossa!”