Witzel acredita que menores liberados de unidades socioeducativas não poderão frequentar escolas


O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, afirmou nesta segunda-feira (10) que o sistema público de Educação não poderá receber os adolescentes que forem liberados das unidades socioeducativas do Degase. Ele classificou os jovens como “problemáticos” e afirmou que eles “provavelmente vão para rua”.

 

“Esses menores são problemáticos, as famílias não vão ter condições de cuidar deles como deveriam e a escola não vai poder receber. Provavelmente vão para rua, vão voltar para o sistema”, disse o governador

O Degase é um órgão do Estado do RJ responsável pela execução das medidas socioeducativas, previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), e aplicadas pelo Poder Judiciário a jovens em conflito com a lei.

O governador disse que determinou que R$ 100 milhões sejam remanejados de outras secretarias para a construção de novas unidades para receber menores. Segundo ele, o governo ainda necessita arrecadar R$ 50 milhões para a realização das obras. Fonte: G1