Cerca de 10 mil pessoas podem ser atingidas por novo rompimento de barragem em Minas


Um estudo de impacto sobre o possível rompimento de uma barragem da mineradora Vale em Barão de Cocais, Minas Gerais, afirmou que cerca de 10 mil pessoas de três municípios próximos podem ser atingidas. Além das mortes, o estudo aponta para “inundação generalizada de áreas rurais e urbanas” e interrupções no abastecimento de água e luz.

O estudo afirma ainda que o rompimento da barragem causaria danos estruturais e em pontos e travessias nas cidades atingidas, Santa Bárbara e São Gonçalo do Rio Abaixo. Os três municípios já passaram por simulações de evacuação. O estudo aponta ainda que a lama pode atingir ainda áreas de preservação permanente.

O total de pessoas que moram nestes três municípios é de cerca de 73,8 mil pessoas. Deste total, 32 mil estão em Barão de Cocais, 31 mil em Santa Bárbara e os outros 10,8 mil moram em São Gonçalo do Rio Abaixo.

Nesta segunda-feira (20), a Agência Nacional de Mineração afirmou que o rompimento do talude do complexo da Mina de Gongo Soco, em Barão de Cocais, Minas Gerais, deve acontecer até este sábado. A barragem é do mesmo tipo da que se rompeu em Brumadinho, em 25 de janeiro. Fonte: Varela Notícias