Presos asfixiavam vítimas conforme avanço da PM, diz secretário de prisões do AM


Número de mortos poderia ter sido maior se polícia não retirasse presos de celas, diz titular

Parentes de presos choram na frente de complexo penitenciário após dezenas de presos serem mortos em massacre realizado em diversos presídios em Manaus (AM) - 27/05/2019

Presos começaram a matar colegas de cela por asfixia conforme notaram a presença de policiais dentro das celas tentando transferir possíveis vítimas nesta segunda-feira (27) em Manaus. A afirmação é do  secretário de Administração Penitenciária do Amazonas, Vinicius Almeida.

“Detectamos através da inteligência que estava se preparando mais uma ação dentro da cadeia para cometer mais crimes”, afirmou Almeida, em nota. “Todas as cadeias estavam trancadas e a ação imediata foi deslocar a tropa de choque em todas as celas. Começamos no CDP e depois nos demais presídios. Enquanto a tropa avançava, eles matavam as pessoas por mata leão, dentro das celas.”

Em frente a presídio onde rebelião deixou 15 mortos, familiares de detentos bloqueiam carro da polícia Sandro Pereira/Reuters

Almeida afirmou que o número de mortos poderia ser maior do que os 40 desta segunda. Em nota à imprensa, o secretário não informou em qual dos quatro presídios com mortes nesta segunda ocorreu a cena. Além dos 40, outros 15 presos morreram em motim no domingo (26). Estadão

Estudantes voltam às ruas em Brasília e 23 capitais contra cortes na educação nesta quinta, 30


Estudantes de todo o país saem às ruas para a segunda mobilização contra os cortes na educação do governo Bolsonaro. Eles prometem repetir os protestos realizados no último dia 15, que paralisaram as atividades em universidades, institutos federais e escolas públicas e privadas em mais de 170 cidades pelo Brasil que reuniram mais de 1 milhão de participantes. As entidades estudantis já confirmaram atos em Brasília e mais 23 capitais do país (confira abaixo) na próxima quinta-feira (30). As ações também devem servir para acumular forças para a greve geral do dia 14 de junho contra a proposta de reforma da Previdência.

Na semana passada, o governo repôs nos investimentos da educação R$ 1,58 bilhão, mas os cortes ainda alcançam R$ 4,25 bilhões, o que ainda ameaça inviabilizar o funcionamento de universidades e institutos federais no próximo ano. Além da reposição insuficiente, os estudantes apontam outros ataques à educação que se somam aos cortes e motivam as mobilizações.

 No dia seguinte às grandes mobilizações, o governo Bolsonaro editou decreto que altera regras sobre escolha de dirigentes universitários, que deverão agora contar com o aval dos ministros da Casa Civil e da Secretaria Geral da Presidência da República. Para os estudantes, a as indicações nas mãos do governo ferem diretamente a autonomia e a democracia universitária.

Também no mesmo dia, o governo Bolsonaro demitiu mais um presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pelo Enem. Elmer Vicenzi, que ocupava o cargo, foi afastado após contrariar o pedido do Ministério da Educação (MEC) para usar dados sigilosos de alunos na emissão de uma nova carteira estudantil. A ação foi vista como uma tentativa de retaliação contra as entidades estudantis.

Já na semana passada, os presidentes da União Nacional dos Estudantes (UNE) e da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) foram agredidos e impedidos de falar em audiência pública da Câmara dos Deputados que recebia o ministro da Educação, Abraham Weintraub, responsável pelos cortes.

A UNE, a Ubes e a Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) convocam a todos e todas estudantes a ir às ruas na próxima quinta (30) portando suas suas produções acadêmicas e materiais de estudo como símbolos da luta em defesa da educação. Fonte – DCM

Mais de 90 mil títulos são cancelados pela Justiça Eleitoral na Bahia


Segundo o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE), mais de 90 mil títulos eleitorais foram cancelados no estado e mais de sete mil na cidade de Salvador por ausência aos três últimos pleitos. Para saber se o título foi cancelado, é preciso ir até o portal do TRE-BA na área de “Eleitor e Eleições – Situação eleitoral – consulta por nome ou título”. O eleitor também pode ir a qualquer cartório eleitoral com documento de identificação com foto.

Quem teve o título cancelado deverá pagar uma multa e depois vai poder regularizar a situação no cartório eleitoral, com documento de identificação oficial original com foto, comprovante de residência e o título. Fonte – Varela Notícias

Tragédia com Gabriel Diniz: avião que caiu em Sergipe só poderia fazer voos de treinamento


A aeronave Piper Cherokee PT-KLO, que caiu nesta segunda-feira (27) em Sergipe com o cantor Gabriel Diniz, só poderia fazer fazer voos de treinamento. Isso significa que o avião não poderia fazer, por exemplo, voos privados ou táxi aéreo. A atividade de transporte em avião não autorizado a fazê-lo é conhecida como “táxi aéreo clandestino”. Gabriel Diniz e mais duas pessoas morreram na queda. Diniz é intérprete da música “Jenifer”, grande hit do último verão. O avião pertence ao Aeroclube de Alagoas; duas das vítimas eram pilotos e diretores do aeroclube. Segundo um dos diretores do aeroclube, a aeronave não era utilizada para táxi aéreo ou frete, apenas para instruções. Um dos pilotos a bordo era muito amigo do cantor Gabriel Diniz, e foi passar o fim de semana com ele em Salvador. Na volta, o piloto ofereceu uma carona para o cantor, disse o diretor.

Constatado o voo em táxi aéreo clandestino, “o piloto e o operador da aeronave poderão ser multados e cassados”, segundo a Anac. A agência encaminha ainda denúncia ao Ministério Público e à polícia para que sejam tomadas medidas no âmbito criminal.

*Blog do Anderson

Gabriel Diniz, cantor de ‘Jenifer’, morre aos 28 anos em queda de avião em Sergipe


Amigos de Gabriel Diniz confirmam que o cantor está entre as vítimas do acidente aéreo

O cantor Gabriel Diniz, conhecido pelo hit “Jenifer”, morreu nesta segunda-feira (27), aos 28 anos, na queda de um avião de pequeno porte no povoado Porto do Mato, em Estância, na região sul de Sergipe.

De acordo com a Polícia Militar, há três mortos: além de Gabriel Diniz, foram identificados Linaldo Xavier e Abraão Farias, pilotos e diretores do Aeroclube de Alagoas. Inicialmente, o Grupamento Tático Aéreo (GTA) havia informado que eram quatro ocupantes na aeronave, que decolou de Salvador e tinha como destino Maceió.

O velório de Gabriel Diniz deve acontecer no estádio Ronaldão, em João Pessoa. Amigos do cantor reconheceram o corpo dele entre as vítimas. A assessoria de imprensa da produtora do artista confirmou que ele estava no avião. Também foi encontrado o passaporte de Gabriel Diniz perto do local do acidente.

*G1

Flamenguinho surpreende e vence o Cafezal, atual campeão por 3X1


O Flamenguinho do Muritiba venceu o Cafezal, na tarde deste sábado (25), pelo Campeonato Municipal de Futebol de Barra do Choça, edição 2019. A partida aconteceu no Estádio Municipal Ouro Verde, e terminou 3 a 1.

O Cafezal é o atual campeão e um dos favoritos para vencer a competição. No entanto, a equipe da Muritiba, está motivada, trouxe reforços importantes e promete surpreender mais ainda. Já a categoria dos aspirantes, ficou no empate, Flamenguinho 1 X 1 Cafezal

 

Começa hoje, 27/05, na Rádio Barra WEB, Forrozão Danado de Bom; Fique ligado!


Atendendo a pedidos, a Rádio Barra WEB retoma nesta segunda-feira (27),  o Programa Forrozão Danado de Bom. O Programa que promete agitar as suas tardes com muito forró .
O Forrozão Danado de Bom vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 16:00 às 17:00 horas, na Rádio Barra WEB. A apresentação fica por conta do jornalista José Amorim. Ele é também, um dos diretores e idealizadores da Rádio Barra WEB. Fique CONECTADO!!!