Após tragédia na rodovia estadual BA-262, população reclama de falta de fiscalização por parte do Governo do Estado.


Os moradores de Poções estão preocupados e incomodados com a quantidade de animais espalhados pela Rodovia BA-262. São bois, vacas e cavalos deixados por seus irresponsáveis proprietários para pastar as margens da rodovias que acabam colocando a população em risco. Um desses irresponsáveis proprietários de animais, provocou a morte da jovem enfermeira Larissa Nogueira, 29 anos, casada e mãe de duas filhas, que, na noite de sábado (02), foi a óbito após colisão de sua moto com um animal no trecho da Curva da Morte, entre Poções e Morrinhos.

Diante da tragédia, a população poçoense tem se preocupado com os animais soltos na rodovia. Em vários comentários nas redes sociais, internautas alertam para o perigo e reclamam da falta de fiscalização do Governo do Estado da Bahia, através Polícia Rodoviária Estadual (PRE). Embora a culpa maior seja por parte irresponsáveis proprietários de animais, a Polícia Rodoviária Estadual deve realizar fiscalizações na rodovia e recolher os animais com o intuito de evitar que mais vidas sejam ceifadas no município. Vale ressaltar que os casos de animais soltos na rodovia já foram diversas vezes denunciados pelo Portal Poções ao longo dos quase 11 anos no ar.