Onze suspeitos de assalto a banco morrem durante ação policial


Uma operação da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) na zona rural de Santana do Ipanema deixou 11 mortos na quinta-feira (08/11). Segundo a polícia civil, os suspeitos cometeram um assalto no banco Bradesco de Águas Belas, em Pernambuco, e foram atingidos durante confronto. Na operação, foram apreendidos explosivos, armas, dinheiro e uma caminhonete foram apreendidos.

A operação batizada de Cavalo de Tróia foi coordenada pelos delegados Fábio Costa, Cayo Rodrigues e Thiago Prado e contou com o apoio do Grupamento Aéreo. De acordo com uma testemunha, os corpos foram levados para o Hospital Regional Dr Clodolfo Rodrigues de Melo, em Santana do Ipanema, que foi cercado por policiais. O Instituto de Medicina Legal (IML) em Arapiraca foi acionado para recolher os 11 corpos em Santana do Ipanema.

De acordo com o delegado, após o assalto em Pernambuco, a Polícia Civil de Alagoas foi até o Sertão para tentar prendê-los. “Eles estavam em uma casa. Nós demos voz de prisão e eles atiraram, nós revidamos. Houve uma intensa troca de tiros e os criminosos acabaram mortos. Normalmente, após o crime, as casas são usadas para dividir o dinheiro, e esperar a poeira baixar, como eles chamam”, diz o delegado.

A polícia informou ainda que alguns dos suspeitos estavam com mandado de prisão em aberto por outros crimes. Os corpos dos suspeitos chegaram por volta de 1h desta sexta-feira (09/10) ao Instituto de Medicina Legal (IML) de Arapiraca e ainda não foram liberados. A polícia informou que vai divulgar ainda nesta sexta os nomes dos suspeitos mortos e a qualificação dos crimes que eles já haviam praticado. *Blog do Rodrigo Ferraz