Bolsonaro diz que Mourão ‘deu uma canelada’ ao falar sobre nova Constituição


Bolsonaro diz que Mourão 'deu uma canelada' ao falar sobre nova Constituição

Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil

O candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, criticou o seu vice, general Hamilton Mourão, em relação às declarações sobre uma nova Constituição e sobre a hipótese de um “autogolpe” do presidente. Em entrevista ao Jornal Nacional na noite desta segunda-feira (5), ele descartou as duas possibilidades.

Bolsonaro disse que “desautorizou” Mourão nos dois momentos e reconheceu que ainda falta ao seu vice “um pouco de tato com a política”. “Nesses dois momentos, ele foi infeliz, deu uma canelada”, criticou o candidato. “Jamais posso admitir uma nova constituinte”, afirmou. “Algumas propostas pontuais podemos admitir sim, como a redução da maioridade penal”, exemplificou.

Quanto à hipótese de ‘autogolpe’ do presidente com apoio das Forças Armadas, citada por Mourão em entrevista à GloboNews, Bolsonaro disse que não entendeu direito o que ele quis dizer naquele momento. “Ele é general e eu sou capitão, mas o presidente sou eu”, ressaltou.

Durante a entrevista, Bolsonaro também agradeceu a região Nordeste pela votação e disse que o apoio só não foi mais significativo por conta das fake news. “Apesar de eu ter perdido lá, nunca quem fez oposição ao PT lá teve uma votação tão expressiva”, declarou o candidato do PSL no Jornal Nacional. Bahia Notícas