TSE determina retirada de 35 notícias falsas contra Haddad


Plataformas onde os conteúdos foram publicados têm até 24h para remover as mensagens do ar

Fernando Haddad, candidato à Presidência pelo PT

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou, neste sábado (6), a retirada de 35 conteúdos falsos ou ofensivos contra a candidatura de Fernando Haddad (PT) à Presidência da República. A decisão foi proferida pelo ministro Carlos Horbach. As plataformas onde os conteúdos foram publicados têm até 24h para remover as mensagens do ar.

A coligação Brasil Feliz de Novo, encabeçada por Haddad, entrou com representação pedindo a derrubada de 115 publicações, argumentando tratar-se de conteúdo enganoso ou ofensivo ao concorrente.

Elas foram identificadas a partir de um canal de denúncias aberto pela candidatura.

A representação produzida pela assessoria jurídica no dia 4 de outubro trouxe 92 páginas de vídeos, imagens e textos alegadamente enganosos ou ofensivos.

O pedido incluía em sua maioria postagens nas redes sociais Facebook e Twitter, na plataforma YouTube e também em sites de veículos de mídia, como o portal do jornal paranaense Gazeta do Povo e da rádio Jovem Pan.

Dos 115 conteúdos apontados como falsos, 35 foram avaliados pelo ministro Carlos Horbach como irregulares frente à legislação eleitoral. Ao todo, foram 33 publicações na rede social Facebook e dois vídeos divulgados na plataforma YouTube.

Segundo o ministro do TSE, parte das publicações denunciadas envolvia opinião de eleitores contrários à campanha de Haddad ou comentários críticos de veículos de mídia, bem como de colunistas. Nessas situações, argumentou que não caberia a remoção, pois tais conteúdos não estariam violando a legislação.

O ministro determinou também que o Facebook e o Google disponibilizem os IPs e informações sobre os responsáveis pelas publicações e os dados cadastrais dos donos dos perfis ou controladores das páginas.*Terra

Barrachocense Aline Alsan (PSOL), agradece seus 1150 votos para deputada estadual


“Camaradas da luta, Quero agradecer a todos que acreditaram e contribuíram com nossa candidatura. Uma candidatura independente que não recebeu nenhum centavo de fundo partidário, no entanto aceitamos o desafio e fizemos uma campanha coletiva, empoderada, feminista, jovem, LGBTT e sobretudo popular.

Estou honrada e feliz com os 1150 votos obtidos nesse pleito. Gostaria de abraçar cada pessoa que fez parte dessa caminhada. No mais nada a temer, só o correr da luta! Um abraço afetuoso em todos.” Aline Alsan

Após resultados das urnas, grupo político do ex-prefeito realiza carreata pelas ruas de Barra do Choça


De repente foram se acumulando pessoas, carros de som e resolvemos sair pelas ruas da cidade, não foi nada planejado, a afirmação é de um organizadores da caminhada que ocorreu no fim da tarde desta segunda-feira, 08/10, em Barra do Choça.

O movimento contou com a presença do ex-prefeito, Oberdan Rocha,  a ex-vereadora Demi Melo, a vereadora Sidalva Perreira dentre outras lideranças. O objetivo da mobilização foi agradecer os resultados das urnas.  A votação de Rui Costa, Haddad, Wagner, Coronel, Eduardo, Felix, Nilo e tantos outros que apoiados pelo grupo obtiveram votação expressiva na Terra do Café.

O ex-prefeito Oberdan Rocha estará ao meio dia na Rádio Barra WEB para comentar este movimento e fazer um balanço das Eleições ocorridas no último domingo,07/10.

Apoiado por Herzem, Lúcio obteve apenas mil votos em Conquista e não conseguiu se reeleger


Com pouco mais de 53 mil votos no geral, o deputado federal Lúcio Vieira Lima (MDB) não conseguiu se reeleger, sendo derrotado nas urnas. Em Vitória da Conquista, a votação do parlamentar foi bastante tímida, com pouco mais de mil votos. Nas redes sociais, Lúcio ainda não se manifestou sobre o fim do pleito. Blog do Rodrigo Ferraz