Apoiadores de Bolsonaro compartilham mais ‘junknews’ e militantes de Haddad publicam maior volume, diz pesquisa


Haddad Bolsonaro

 Apoiadores do candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, são os que compartilham maior número de fontes de informação falsa ou de baixa qualidade – as “junk news” ou notícias distorcidas – relacionada às eleições no Twitter, rede social em que ele tem o maior engajamento político. Do outro lado, os apoiadores da candidatura do PT são os que publicam maior volume de informação falsa, ainda que concentrada em menor quantidade de fontes. Essas são as conclusões de um estudo do Instituto para Internet de Oxford, obtido pelo Estado, que será divulgado nesta sexta-feira, 5

A pesquisa analisa o compartilhamento de notícias de conteúdo político no Twitter no cenário pré-eleitoral brasileiro. As fontes classificadas como “junk news” na pesquisa são publicações com ao menos três dos cinco critérios estabelecidos pelos pesquisadores, que incluem falta de profissionalismo; estilo emocional; problema de credibilidade e informação falsa; enviesamento ideológico; ou falsificação de marcas e fontes para deixar conteúdo produzido com aparência de verdadeiro.

Os estudiosos analisaram as “junk news”, que tiram de contexto um assunto para transmitir outra mensagem. Isso inclui não só notícias falsas, mas publicações excessivamente polarizadas com intuito de confundir o leitor, por exemplo, sem indicar a autoria. Estadão

Gilmar Mendes manda soltar oito presos da Operação Lava Jato


Na decisão, Mendes atendeu ao pedido de liberdade feito pela defesa dos acusados

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes decidiu hoje (5) mandar soltar José Richa Filho, irmão do ex-governador do Paraná Beto Richa, e mais sete presos da 55ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada na semana passada. Na mesma decisão, o ministro concedeu salvo conduto para que os investigados não voltem a ser presos pelas mesmas acusações.

Na decisão, Mendes atendeu ao pedido de liberdade feito pela defesa dos acusados e entendeu que a decretação da prisão violou seu entendimento anterior, no qual determinou a soltura de Beto Richa, que também foi preso, mas foi beneficiado com um habeas corpus proferido por ele.

“Todos esses indivíduos se encontram presos pela mesma decisão, que se encontra destituída de fundamentação adequada e que busca violar, por via oblíqua, o acórdão proferido pelo STF na ADPF 444, inexistindo causas personalíssimas que justifiquem a restrição da liberdade dessas pessoas”, decidiu Mendes.

Na Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 444, cujo julgamento foi encerrado em junho passado, os ministros declararam “a incompatibilidade com a Constituição Federal da condução coercitiva de investigados ou de réus para interrogatório, sob pena de responsabilidade disciplinar, civil e penal do agente ou da autoridade e de ilicitude das provas obtidas, sem prejuízo da responsabilidade civil do Estado”.

As prisões foram realizadas na Operação Integração, que faz parte da 55ª fase da Lava Jato. Na quarta-feira (26), a Polícia Federal prendeu José Richa e mais 14 investigados e cumpriu 73 mandados de busca e apreensão para investigar denúncias de corrupção em contratos de pedágio de rodovias do Paraná. *Agência Brasil

Saiba como votaram os deputados eleitos por Barra do Choça, na segunda DENÚNCIA contra o presidente TEMER


Saiba como votaram os deputador federais eleitos por Barra do Choça na  segunda denúncia contra o presidente Temer, apresentada pela Procuradoria Geral da República (PGR). Mario Junior (PP), Paulo Azzi (DEM) votaram a FAVOR de Temer – Waldenor Pereira (PT), Walmir Assunção (PT) e Jorge Solla, votaram CONTRA Temer

A votação ocorreu nesta quarta-feira (25), no Congresso Federal. Na sessão que rejeitou enviar ao Supremo Tribunal Federal (STF) a segunda denúncia contra o presidente Temer.

O relatório da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), elaborado pelo deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), que recomendava a rejeição da denúncia, foi aprovado por 251 votos. Outros 233 deputados votaram contra o relatório. A votação ainda teve duas abstenções e 25 ausências. A sessão durou 12 horas e 20 minutos.

Dos baianos, 21 votaram “Não”, ou seja, contra o relatório e a favor do prosseguimento da denúncia contra Temer. Outros 14 votaram “Sim”, a favor do relatório e pela rejeição da denúncia. Três deputados baianos estiveram ausentes. Confira com votaram os deputados baianos

Temer foi denunciado pelos crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça. A denúncia rejeitada pela Câmara também inclui os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria Geral), acusados de organização criminosa.

Os 251 votos alcançados por Temer ficam abaixo da previsão do governo, anunciada nos últimos dias, que apontava para entre 260 e 270 votos favoráveis. Na primeira denúncia que a Câmara derrubou (por corrupção passiva), em agosto, Temer obteve 263 votos (227 contra). Com informações do G1

Estudante fica ferido após ataque de cães no bairro Ouro Verde em Barra do Choça


Um estudante de Barra do Choça ficou ferido após ataque de dois cães. O incidente ocorreu nesta quarta-feira, 03/10, por volta das 18:39 horas, na rua Amazônia, no bairro Ouro Verde.

Indignado, o internauta entrou em contato com o Blog do Jorge Amorim, pediu para dar publicidade. Segundo ele, é importante a informação para que outras pessoas não sejam vítimas, pois eles são bravos e estão soltos e ninguém faz nada.O estudante disse ainda, que foi atacado e mordido pelos cães. As fotos da farda suja, dos curativos e das mordidas são provas da agressão, lamentou. O fato ocorreu quando ele saiu do colégio Dária Viana e  teria passado na casa de um colega de sala para terminar um trabalho, na volta aconteceu incidente, ressaltou.

 

Moto boy é preso em Conquista fazendo entrega de drogas


Após receber uma denuncia de trafico de drogas, a guarnição deslocou ate uma residência no bairro Boa Vista. Após buscas foi encontrado no interior da residência 1/2 tablete de maconha e embalagens usada costumeiramente para acondicionamento e venda de drogas.

O proprietário do imóvel também informou a guarnição que estaria esperando receber uma quantidade de droga. Momento este que chegou um entregador de lanche, parou a em frente a residência, de imediato foi abordado e foi encontrado com o mesmo uma quantidade de droga, que segundo ele receberia 1.000.00 R$ (Mil reais) pela entrega da droga. Ambos indivíduos e todo material foram apresentados no Disep.

MATERIAL APREENDIDO:
Uma porção de uma substância análoga a cocaína
R$ 86.10 em especie
1/2 tablete de substância análoga maconha prensada
01 moto PP OZD8147
Saquinhos plásticos para acondicionar droga
01 celular marca Motorola
01 celular marca LG
01 Capacete marca (helt)
01 bolsa de entrega de lanche *Blog do Leo Santos