Cuidado: Golpe do “FGTS liberado” já afetou mais de 600 mil vítimas


O golpe promete levar o usuário a uma lista de aptos a receber R$1760,00

No ano de 2017 o governo federal anunciou a liberação para o saque do FGTS. Com base nisso, criminosos virtuais passaram a “viralizar” nas redes sociais uma suposta lista com os aptos a receber 2 salários mínimos.

De acordo o site Varela Notícias, o golpe é uma artimanha para armazenar dados pessoais dos usuários. Ao clicar no link da mensagem, ao invés da lista, o usuário é redirecionado à uma página de cadastro onde dados como nome, data de nascimento, e endereço são obtidos.

“Esses dados são enviados ao servidor da campanha maliciosa (através do método POST) e, ainda que não haja nenhuma verificação de consistência de dados, podem acabar sendo armazenados para futuros golpes”, alerta a empresa de segurança ESET. Segundo a empresa, o golpe já atingiu cerca de 600 mil pessoas e continua a se espalhar.