Mais um homicídio é registrado em Vitória da Conquista; o 7º do mês


Vitória da Conquista registra o 7º homicídio em 6 dias.

Desta vez o crime ocorreu por volta das 17:30 horas deste sábado , 06/01 na rua Marajó, no bairro Ibirapuera. Segundo informações atiradores se aproximaram da vitima identificada como Renê Santos de 21 anos, morador do bairro Brasil, que estaria indo comprar pão, e efetuaram vários disparos que atingiram a cabeça da vitima, o mesmo ainda tentou correr, mas caiu e morreu dentro de uma tapeçaria.

Rapidamente guarnições do esquadrão falcão, Base Comunitária, e PETO 78 fizeram rondas para tentar localizar os atiradores, mas ninguém foi encontrado.

Com a chegada da Policia técnica, o corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal. * Blog do Léo Santos

 

Barra do Choça: 187 benefícios do Bolsa Família foram cancelados e 727 bloqueados


O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) divulgou o resultado da avaliação da atuação do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) para aprimoramento dos controles relativos ao Programa Bolsa Família. A auditoria buscou verificar a confiabilidade dos resultados do cruzamento das bases de dados oficiais com os valores de renda declarados pelos beneficiários no Cadastro Único, a fim de identificar indícios de pagamentos indevidos, bem como avaliar as providências adotadas pelo órgão frente às inconsistências.O tema foi selecionado pela CGU devido à importância de garantir controle e transparência das informações do Bolsa Família, tendo em vista sua relevância social – o público-alvo do Programa refere-se às 13,5 milhões famílias que vivem em situação de extrema pobreza (renda mensal por pessoa até R$ 85) e de pobreza (renda mensal por pessoa entre R$ 85,01 e R$ 170, desde que tenham em sua composição crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos).

O Bolsa Família é um projeto social que tem grande relevância social. O seu público alvo engloba às 13,5 milhões de famílias que vivem em situação de extrema pobreza (renda mensal por pessoa até R$ 85) e de pobreza (renda mensal por pessoa entre R$ 85,01 e R$ 170, desde que tenham em sua composição crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos). Maiores informações CLIQUE AQUI