Solla denuncia Herzem Gusmão ao MP por improbidade devido ao “caos na saúde”


“Resta saber os verdadeiros motivos de tamanho descaso com a saúde pública e penalizar o Senhor Prefeito pelas omissões reiteradas”, 

O deputado federal Jorge Solla (PT-BA) ingressou com representação contra o prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (PMDB), solicitando investigação da prática de crime de improbidade administrativa pela situação da saúde do município. Como provas, o parlamentar anexou fotografias que demonstram a perda de medicamentos por vencimento da validade, a suspensão do funcionamento de três das cinco ambulâncias do SAMU por falta de manutenção e o descarte ilegal de lixo hospitalar – colocando em risco a vida da população. O deputado destacou ainda o prejuízo de manter uma equipe completa de saúde bucal sem atender a população pela falta de um equipamento compressor na localidade de “Bate Pé”.

“Resta saber os verdadeiros motivos de tamanho descaso com a saúde pública e penalizar o Senhor Prefeito pelas omissões reiteradas”, diz trecho da representação, que no pedido de abertura de inquérito civil pede averiguação de “a) omissões por parte do Prefeito Municipal de Vitória da Conquista, Sr. Herzem Gusmão Pereira; b) prejuízos ao erário; c) malversação de dinheiro público; d) danos ao meio ambiente, em virtude do não descarte adequado de rejeitos contaminantes; e) danos e riscos à saúde pública”.

“Empenhamos muito esforço para construir uma rede de serviços de saúde em Conquista. Pude fazer parte desta história como secretário municipal e estadual. Não vou assistir calado o desmonte de serviços que construímos ao longo de décadas de trabalho. O SAMU nasceu em Conquista e pude levar essa experiência para o Ministério da Saúde, é triste ver a situação que hoje se encontra. É preciso que o prefeito seja cobrado pela Justiça para que tenha responsabilidade com as suas atitudes. Cortar na saúde é comprometer a vida da população que precisa do SUS”, afirmou o petista. *Blitz Conquista