Mulheres pintam corpos com glitter e fazem ensaio para exaltar as várias belezas


Essa foi a quarta vez que o grupo se reuniu para fazer fotos que buscam o empoderamento. Próximo evento está marcado para dezembro

Ensaio com corpo pintado de glitter é uma forma de empoderamento feminino

Um grupo de mulheres que se conheceu no Facebook criou um projeto de empoderamento feminino que está dando o que falar na Austrália. Elas escolhem um cenário ou um tema, se reúnem, tiram a roupa e, usando apenas glitter e alguns acessórios, fazem lindas fotos para mostrar a beleza de todos os corpos e mulheres.

O grupo, que recebeu o nome de “Positively Glittered” (algo como Positivamente Brilhantes, em uma tradução livre para português), já é conhecido nas redes sociais e a hashtag #positivelyglittered tem centenas de posts no Instagram. O ensaio mais recente essas mulheres com os corpos pintados com glitter  foi feito em outubro e teve como tema “Priscila – A Rainha do Deserto”.

Segundo informações do “Daily Mail Australia”, essas mulheres tem como objetivo encorajar outras a aceitarem seus corpos como eles são e defendem que é preciso de sentir bonita sob a pele que têm. Por isso a opção de fazerem as fotos nuas. Há imagens em que algumas mulheres usam acessórios como chapéus, véus, botas ou coroas, mas nada de roupa.

Algumas mulheres usaram acessórios nas fotos no deserto
A fotógrafa responsável pelos ensaios – já foram quatro até agora – é Jill Kerswill, e em entrevista ao jornal dá detalhes do clima das fotos. Ela diz que não é fácil para as mulheres tirarem a roupa, mas perceber as outras ao redor é um incentivo. “Sempre que fazemos esse tipo de ensaio, em algum momento as mulheres hesitam em tirar a roupa. Elas tocam a barriga ou tentam levantar os seios porque isso é algo que está no consciente. Então elas olham ao redor e veem mulheres com barrigas e seios a mostra e, de repente, os medos vão embora”, fala a fotógrafa. 
Clima 'Priscila - A Rainha do Deserto' para ensaio mais recente do grupo

O ensaio ajuda as participantes a encararem melhor seus corpos e também quem está de roupa, como fotógrafa. “Estar envolvida com isso realmente tem me ajudado a lidar com as minhas próprias inseguranças em relação ao meu corpo”, comenta Jill.

“Observar essas mulheres relaxarem em seu estado mais vulnerável, ver estranhas se tornando amigas. São coisas que todos deveriam vivenciar”, completa a profissional. *iG

Corpo de jovem desaparecida após dar carona combinada por WhatsApp é encontrado em MG


Segundo a PM, corpo de Kelly Cristina Cadamuro, de 22 anos, foi encontrado seminu e com a cabeça dentro de um córrego entre Frutal e Itapagipe. Imagens mostram a jovem passando por pedágio e carro voltando com homem ao volante.

Kelly morava em Rio Preto e combinou carona para Minas Gerais (Foto: Reprodução/TV TEM)O corpo da radiologista Kelly Cristina Cadamuro, de 22 anos, que desapareceu depois de combinar uma viagem por um grupo de carona no WhatsApp foi encontrado na tarde desta quinta-feira (2) em um córrego entre as cidades de Frutal e Itapagipe, no Triângulo Mineiro. Segundo a Polícia Militar (PM), a jovem estava seminua. A família de Kelly compareceu ao local e reconheceu o corpo da jovem.

A jovem estava desaparecida desde a tarde desta quarta-feira (1º). A Polícia Civil informou que ela foi vista pela última vez quando saiu de Guapiaçu, no interior de São Paulo, com destino a Itagagipe. Conforme a PM, o corpo foi achado após trabalhos de busca. A calça que ela usava no dia do desaparecimento foi achada a cerca de 3 Km de distância do corpo.PM e perícia técnica da Polícia Civil foram para área entre Frutal e Itapagipe onde corpo de jovem desaparecida foi encontrado (Foto: Samir Alouan/Rádio 97 FM/Pontal Online)O delegado da Polícia Civil de Frutal, Bruno Giovanini de Paula, que assumiu as investigações sobre o caso, informou que a perícia técnica foi realizada e o corpo encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). “Ainda não há como precisar se houve violência sexual ou causa da morte. O corpo estava em um local de terra e água, o que dificulta a identificação. A vítima estava vestida apenas com uma blusa e foi encontrada por policiais militares que faziam buscas em área de usina de cana-de-açúcar ”, explicou. *G1

Salário mínimo ideal seria de R$ 3.754,16, de acordo com Dieese


O valor dos itens essenciais na mesa dos brasileiros diminuiu no último mês de outubro, em 11 das 21 cidades onde o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) faz, mensalmente, a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos. No Recife comparada ao mês anterior, a pesquisa mostra um dos preços mais baixos do país(R$ 325,96).

As principais quedas ocorreram em Goiânia (2,79%), Maceió (2,52%) e Manaus (1,77%). Foram constatados avanços em 10 localidades com destaque para Campo Grande (2,67%), Curitiba (3,08%) e Cuiabá (3,49%). A cesta mais cara foi registrada em Porto Alegre (R$ 446,87), seguida por São Paulo (R$ 428,13) e Rio de Janeiro (R$ 421,05). Em sentido oposto, os valores mais baixos foram encontrados em Salvador (R$ 318,31), Natal (R$ 325,09) e Recife (R$ 325,96).

Nos últimos 12 meses, todas as cidades tiveram queda e as principais reduções ocorreram em Cuiabá (16,10%) e Porto Alegre (6,53%). No acumulado de janeiro a outubro, os valores também
caíram em todas as cidades pesquisadas e as maiores quedas foram em Manaus (11,62%), Maceió (11,57%), Cuiabá (10,91%), Belém (10,64%) e Salvador (10,37%). *Fonte: Estado de Minas

Tia e sobrinho morrem atropelados por adolescente que tinha ganho carro do pai; assista ao vídeo


Resultado de imagem para Tia e sobrinho morrem atropeladosA estudante Isabel Cristina Rodrigues, de 18 anos, morreu, no início da manhã desta quarta-feira (1º), após ser atropelada por um carro de luxo em alta velocidade e dar entrada na Santa Casa de Santos, no litoral de São Paulo, em estado grave. Isabel levava o sobrinho, de apenas dois anos, no colo, quando foi atingida pelo veículo que, segundo testemunhas, estava em alta velocidade.

O menino morreu ainda na terça-feira (31), a caminho do hospital, e o motorista fugiu a pé, após abandonar o veículo, segundo a polícia, com medo de ser linchado. De acordo com informações obtidas, Isabel passou por uma série de procedimentos e cirurgias durante a madrugada desta quarta-feira (1) para tentar reverter o quadro crítico. A jovem, porém, acabou não resistindo e morreu. A família já foi notificada do óbito. O acidente ocorreu na Avenida Doutor Waldemar Leão, no bairro Jabaquara, no sentido Centro-praia. Vídeo mostra atropelador se desesperando após o acidente . Em seguida ele foge:

As vítimas atravessavam a pista, em direção ao canteiro central. Segundo testemunhas, o carro apareceu em alta velocidade e as atingiu. O condutor não prestou socorro e fugiu em seguida. A Santa Casa de Santos informou que a jovem deu entrada na emergência com traumatismo cranioencefálico e foi submetida a exame de tomografia para avaliação da equipe de neurocirurgia.

Segundo apurado, a jovem teve também sérias lesões nos pulmões, precisou ter o baço retirado e fraturou o fêmur. De acordo com familiares, Isabel e o sobrinho moravam em um morro nas proximidades do local do acidente. “Ela estava levando o irmão do Enzo até o ônibus escolar. Eles fazem esse trajeto todo dia. Quando eles voltavam, ela tinha atravessado e estava com o pé na calçada quando o carro a atingiu. Ela voou longe [com o impacto do veículo]”, contou Flávia de Jesus, amiga da vítima. * A tribuna

Ao pedir salário de R$ 61 mil, ministra baiana compara sua situação com escravidão


(Foto: Reprodução/ NBR)

A ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois, causou polêmica recentemente após um documento em que pede o aumento do seu salário ter sido divulgado. No pedido, ela quer acumular o seu salário com o de desembargadora aposentada que, no total, lhe renderia R$ 61,4 mil bruto.

No documento, a baiana questiona determinas regras do teto constitucional, que afirma que nenhum servidor público pode ganhar acima do salário de um ministro do Supremo Tribunal Federal. Por conta disso, seu salário se resume a R$ 33,7 no total (R$ 30.471,10 de desembargadora, somado com R$ 3.292 de ministra). “Sem sombra de dúvidas, se assemelha ao trabalho escravo”, alegou no documento.

“Ao criar o teto remuneratório, não se pretendeu, obviamente, desmerecer ou apequenar o trabalho daquele que, por direito adquirido, já percebia, legalmente, os proventos como sói acontecer na minha situação”, explicou.

Além do salário, Valois ainda tem direito a carro com motorista, jatinhos da FAB, cartão corporativo e imóvel funcional. Luislinda é filiada ao PSDB. *Varela Notícias

Alunos do EJA de Barra do Choça ficam sem ir ao cinema por falta de transporte


Cerca de 35 alunos da Educação de Jovens e Adulto (EJA) de Barra do Choça deixaram de participar de uma sessão de cinema no Shopping Conquista Sul, em Vitória da Conquista, por falta de transporte. A atividade faz parte da programação das turmas, do noturno do CEBC.

Como combinado, os alunos começaram a chegar às 18:00 horas, com saída prevista às 18:30 horas. Como o ônibus não apareceu, 35 estudantes que aguardavam ansiosos para participarem da atividade, protestaram.

Esta é a segunda atividade em menos de 3 meses que é programada e por falta de transporte, é adiada. A outra foi no Encontro do Café realizado em agosto, os estudantes esperaram por mais de uma hora e meia e o transporte não compareceu.

O descaso do Setor de Transporte gerou insatisfação e revolta. De acordo a estudante Girlene Cerqueira (grávida de seis meses), o sentimento é de indignação. “Estava em casa com dores, me arrumei, sair às pressas para ir ao cinema com a nossa turma, chega aqui e nada. Isto é um descaso!”, desabafou.

Participariam da atividade alunos dos Estágios I e II, cujo professores são Jorge Amorim, Luciana Ferreira e Andreia Mota, sob a coordenação de Gilberto Meira.

Quem está soprando velinhas hoje, 02/11, é a Líder Comunitária Maria Aparecida Dias


Ela é carismática, amiga, guerreira e boa praça. refiro-me líder comunitária de Barra Nova, Maria Aparecida Dias, carinhosamente conhecida como “Maria das Baixadas”.

Maria é uma guerreira na defesa dos seus direitos e daqueles que não tem vez e nem voz. A frente da associação de moradores daquela localidade, Maria já brigou por segurança, por água, por educação, e tudo que diz respeito à comunidade de Barra Nova.

Maria das Baixadas, completa hoje, 02/11, 46 anos de vida. Ela comemora ao lado do seu esposo, Juscelino e seus filhos Cíntia, Gabriel e Jenilson esta data Especial.

Parabéns Maria, que esta data se repita por muitos e muitos anos, são os votos dos moradores de Barra Nova e do Blog do Jorge Amorim