Empresas oferecem diversas vagas de emprego; confira


O Instituto Euvaldo Lodi está intermediando diversas vagas de emprego em Vitória da Conquista. Confira:

Seleção de profissionais

Área: Logística

Cargo: Auxiliar de produção II

Seguimento da empresa: Vidros

Requisitos:

Ensino fundamental ou médio completo;

CNH: Habilitação: D;

Pontual;

Conhecimento de rotas;

Horário: 07:42 às 12:00 e das 13:00 às 17:30 de segunda à sexta-feira

Remuneração: R$ 1.100,00

Transporte: Sim

Área: Comercial

Cargo: Consultor comercial

Requisitos:

Ensino médio completo ou superior em andamento;

Experiência na área de vendas;

Boa comunicação;

Horário: 07:42 às 12:00 e das 13:00 às 17:30 de segunda à sexta-feira

Remuneração: R$ 1.100,00

Transporte: Sim

Interessados deverão entregar pessoalmente o currículo no IEL até segunda-feira(14/08).

Endereço: Avenida Olívia Flores, 3900, bairro Universidade.

Rodrigo Ferraz

‘Foi desespero’, diz candidato que correu com folhas de respostas em concurso da PMBA


 

“Foi o desespero mesmo. Me deu a vontade correr, correr, correr. Mas minha intenção não era prejudicar ninguém, nenhum candidato”, é o que revela o candidato do concurso da Polícia Militar e Bombeiros da Bahia, Rudenilton Paixão, que no último domingo (6) saiu correndo do local de provas com folhas de respostas de concorrentes, após não conseguir terminar o exame.
Rudenilton falou que estudou durante um ano para o concurso e que está desempregado há três meses. Casado e com duas filhas, ele revelou que se desesperou quando percebeu que precisava entregar a prova, que ainda não havia sido concluída. Ainda segundo Rudenilton, desde criança ele sonha em ser policial e apesar de já ter sido eliminado do concurso, ainda tem esperança que a prova seja corrigida.
“Que minha prova seja corrigida como a dos outros candidatos. E estou na esperança de conseguir realizar o meu sonho, que é ser um policial militar”, contou.
Sem poder disputar uma vaga no concurso, Rudenilton espera conseguir um emprego para ajudar no sustento da família. “Um emprego digno, honesto, que eu possa, junto com a empresa, estar somando em prol do crescimento de ambas as partes”, contou.O psicólogo André Dória comentou sobre o caso de Rudenilton, e disse que qualquer pessoa em situação de estresse pode perder o controle. “Muitas vezes as pessoas reagem de forma singular ao estresse. Então, não dá para prever, não existe essa previsibilidade de que uma pessoa vai agir de forma violenta e a outra não”, explicou.
Verdinho Itabuna